EN

FR

ES

Portugal
Arranjo Urbanístico e de Acessibilidades da Avenida de Nossa Senhora do Sameiro
Empreitada de reabilitação urbanística que visa o melhoramento das acessibilidades, mobilidade e segurança do principal acesso viário e pedonal ao Sameiro. Está ainda incluída a construção de um posto de turismo e a remodelação de instalações sanitárias. Dos trabalhos previstos destacam-se as demolições, desmontes e escavações, intervenção em pavimentos betuminosos, trabalhos de instalações técnicas, execução/colocação da sinalética necessária, relocalização de parque infantil, arranjos exteriores gerais e acabamentos em pedra. No posto de turismo referem-se as fundações em betão, a estrutura metálica e a cobertura a executar com recurso a painéis sandwich.
+ info
Portugal
Posto de Abastecimento de Combustíveis no Terminal de Contentores de Sines
Empreitada de construção de um posto de venda de combustíveis para consumo próprio, na Zona Industrial Ligeira 3, no Terminal XXI em Sines. O posto será constituído por duas ilhas de abastecimento, estando previstos trabalhos de movimento de terras, instalação de tanques e reservatórios, execução de laje de rodovia, instalação de infraestruturas eléctricas e a execução de rede de drenagem de águas residuais pluviais e oleosas.
+ info
Portugal
Quiosque na Vila de Prado
A presente empreitada visou a criação de quiosque e instalações sanitárias, na Vila de Prado. As paredes são construídas em tijolo, sendo as interiores rebocadas ou revestidas a azulejo e as exteriores revestidas com cerâmico e Viroc. O pavimento surge em granito amarelo. Para além da construção civil, estão incluídos os trabalhos de electricidade, ITED e instalações hidráulicas.
+ info
Portugal
Moradia em Vilamoura
A empreitada consiste na construção integral de moradia familiar com 2 pisos acima do solo e 1 abaixo do solo. Os trabalhos contemplados são de várias especialidades, dos quais se salientam a execução de estruturas em betão armado, betão leve em pavimentos, paredes em alvenaria, impermeabilizações, rebocos, revestimentos em paredes e pavimentos com pedra e calçada portuguesa. Salientam-se ainda os trabalhos de carpintaria com o fornecimento e montagem de portas e armários e trabalhos de serralharia que incluem as caixilharias e portas. A zona envolvente é alvo de arranjos exteriores e da instalação de uma piscina.
+ info
África do Sul
Concessionário Volkswagen Melrose
Edifício de carácter comercial situado num lote de 4.000 m2, desenvolvendo-se em 2 pisos subterrâneos, 1 piso térreo e 3 pisos superiores, com uma área bruta de construção de 15.940 m2 e uma área de implantação de 3.650 m2 Em termos construtivos, sobressai a estrutura de betão, num bloco reticulado de fundações, pilares e lajes maciças, com estrutura de cobertura metálica recoberta com chapa zincada e provida de isolamento térmico. Como grande desafio há a destacar o elevado nível freático do local que obrigou a drenagem temporária das águas de modo a permitir a realização das fundações e a laje de pavimento. Neste projecto sobressai ainda a grande área de exposição criada, com cerca de 1.000 m2 assim como uma área de oficina para manutenção de veículos automóveis, cais de descarga, parque de estacionamento e áreas verdes. O edifício permitirá ainda a armazenagem de uma grande quantidade de veículos automóveis nos pisos superiores.
+ info
Portugal
Moradia em Braga
Refere-se a presente empreitada aos trabalhos de construção de um prédio sito em Fraião, Braga, destinado a um edifício de habitação unifamiliar. Os trabalhos em causa englobam a componente de estrutura de alvenarias e impermeabilização de cobertura. A edificação insere-se naturalmente no terreno, interpretando o lugar e potenciando as suas características na sua relação com a envolvente. Tendo em conta a pendente natural do terreno, o corpo em L orientado predominantemente a Poente, dispõem-se de forma a relacionar as diferentes funções com a geografia do sítio, através da sequência de socalcos articulados com as massas arbóreas existentes.
+ info
Moçambique
Xenon Urban Apartments
Edifício Xenon, um dos projectos mais emblemáticos na cidade de Maputo, que se destaca pelos altos padrões de qualidade e conforto. São 50 apartamentos, lojas, duas piscinas, 4 pisos de estacionamento subterrâneo, num total de 4 pisos abaixo do solo e 18 pisos acima do solo. Para além dos pormenores de luxo e apontamentos de grande qualidade nos acabamentos, toda a concepção do edifício se destaca pelo emprego de técnicas de construção inovadoras no mercado, sobretudo ao nível dos isolamentos, com paredes duplas totalmente preenchidas com isolamentos térmicos e acústicos bem como isolamentos acústicos em pavimentos, seguindo os padrões mais elevados de conforto térmico e acústico tantas vezes desprezados nos mercados Africanos. No R/C e primeiro andar, estão reservados espaços para ocupação comercial. Será também instalada um piscina do condomínio. Nos restantes pisos serão construídos apartamentos de diversas tipologias, num total de 50 fracções. Na cobertura será ainda construída uma segunda piscina bem como uma zona de lazer do condomínio. As fundações do edifício serão do tipo indirecto com recurso a estacas moldadas com 15 metros de profundidade. Será ainda construída uma contenção periférica tipo Berlim, para permitir a escavação até à cota das fundações do edifício.
+ info
Angola
Centro Médico e de Socorro
Empreitada que inclui todos os trabalhos de construção civil e especialidades, nomeadamente, na área de electricidade, telecomunicações, segurança, AVAC e hidráulicas. O edifício de natureza hospitalar ficará dotado de 1 bloco operatório, 1 unidade de terapia intensiva, 20 camas, sala de raio-X, laboratório bacteriológico e laboratório de imunologia.
+ info
Angola
Quinta das Mangueiras
O empreendimento “Quinta das Mangueiras” é composto por oito edifícios de sete andares que serão servidos por dois elevadores cada e integrados num sistema de condomínio fechado. Uma portaria electrónica exclusiva assegura a privacidade e segurança indispensáveis aos moradores. Os edifícios possuem uma arquitectura moderna e arrojada dispondo de acessibilidade e, para além das zonas ajardinadas envolventes, diversos espaços de lazer, nomeadamente: campo de jogos, piscina, sala de dança e bar. Os apartamentos assumem a tipologia T4 (de 138 m² e 141 m²), e duplex de 283 m² (com 3, 4 ou 5 quartos). A construção é realizada no sistema tradicional de estrutura resistente em betão armado com compartimentação interior em tijolo aligeirado. Os revestimentos e acabamentos interiores e exteriores foram criteriosamente seleccionados e aplicados com critério em pavimentos, paredes e tectos. De referir a extensa área verde pormenorizadamente definida pelo paisagismo, que inclui arborização e pavimentação diversificada.
+ info
Portugal
Requalificação das Piscinas descobertas de Sendim
A empreitada de requalificação das Piscinas descobertas de Sendim engloba trabalhos de execução de novas lajes de fundo e paredes, impermeabilizações, rebocos, revestimentos e o fornecimento do equipamento necessário ao bom funcionamento e utilização das piscinas. O espaço envolvente é também alvo de intervenção.
+ info
Gana
Depósitos de Armazenamento de MGO
Obra de carácter técnico localizada no Porto de Takoradi, junto ao mar, no local onde existia um antigo cais, consistindo em todos os trabalhos de construção civil inerentes ao estabelecimento de três depósitos de armazenamento de MGO (gasóleo marítimo) de 5.000 m3 cada. De entre os trabalhos a executar salientam-se: (i) Demolição de estruturas existentes, incluindo um antigo cais; (ii) Movimento de terras, compreendendo escavações e aterro com agregados seleccionados assegurando a criação de uma plataforma estável; (iii) Trabalhos de betão armado, incluindo as fundações para o assentamento dos depósitos; (iv) Trabalhos diversos. Um dos grandes desafios da obra consiste na melhoria das condições do solo, dado que a plataforma de construção deverá assegurar a estabilidade necessária para suportar as cargas esperadas, situando-se a mesma sobre uma espessa camada de argila, ao nível do mar, alcançando as escavações necessárias níveis abaixo dos das marés altas verificadas no local.
+ info
Angola
Supermercado Shoprite em Saurimo
O “Retail Park Shoprite” em Saurimo é um edifício comercial composto pela loja âncora, Shoprite, e 10 lojas periféricas, servidas por um parque de estacionamento privado. A loja Shoprite dispõe área de vendas, escritórios, balneários, armazém geral e zona de cargas e descargas. As lojas periféricas estão distribuídas ao longo do alçado principal do edifício criando uma fachada contínua de vãos envidraçados. O edifício caracteriza-se pela conjugação de construção de estrutura em betão e metálica com uma grande área de estacionamento e várias zonas ajardinadas que conferem a sua integração na paisagem. Os principais trabalhos da empreitada a cargo da Sá Machado Angola são: • Estrutura de betão armado, • Estrutura e revestimentos metálicos; • Fachadas em vãos de alumínio e vidro; • Divisórias interiores com revestimentos cerâmicos e pinturas; • Carpintarias e serralharias de ferro diversas; • Instalações elétricas, climatização, ventilação, segurança e hidráulicas.
+ info
Portugal
Fábrica Laticínios Oliveira de Azemeis
Inerente a um forte investimento para modernizar, melhorar e aumentar a produção, foi necessário adequar e remodelar toda a instalação fabril. Trata-se da instalação de equipamentos de eficiência energética, instalação de grupo de geração de energia solar e eólica, melhoria de revestimentos térmicos, acústicos e estéticos, recompartimentação de setores e reformulação das suas instalações de Águas, AVAC e Eletricidade.
+ info
Portugal
Edifício Coop. do Bicalho
Fronteiro ao rio Douro, o edifício do Bicalho desfruta de uma excepcional localização oferecendo uma esplendorosa vista para a margem de Gaia onde avultam as célebres caves do Vinho do Porto. Edifício constituído por três pisos abaixo do solo, rés-do-chão e três pisos elevados, está assente numa zona íngreme o que origina uma acentuada diferença de cotas entre as fachadas sul e norte. Nos pisos inferiores será instalada uma superfície comercial e um parque estacionamento afecto à mesma. Os dois pisos seguintes comportam o estacionamento das habitações e espaços dedicados ao comércio lojista. Por fim os três pisos elevados são exclusivamente destinados à habitação. Empreendimento com constrangimentos vários, tais como a exiguidade do estaleiro de apoio e os acessos.
+ info
Angola
Tribunal Províncial do Bié
Situado na província do Bié, no centro de Angola, e enquadrado num programa do governo angolano de modernização das infraestruturas da Justiça em Angola, este projecto trará uma maior valia no desempenho das instituições angolanas, neste caso, na província do Bié. Consiste na adaptação de um edifício existente e proeminente na cidade do Kuito, com 3 pisos, e sua ampliação em 2 pisos de construção em betão armado e as melhores opções arquitectónicas, para novas salas de audiências e todas as condições para os magistrados e funcionários da instituição. A Sá Machado Angola orgulha-se em colaborar no desenvolvimento deste projecto vital para o desenvolvimento da nação angolana.
+ info
Angola
AO072 - Equipamentos Sociais Nova Centralidade do Sumbe
O projecto dos equipamentos sociais de da nova centralidade do Sumbe, no Kwanza Sul, consiste na construção de 7 edifícios: • Dois centros infantis; • Um jardim de infância de 6 salas; • Uma escola primária de 12 salas; • Uma escola primária de 24 salas; • Uma escola secundária de 12 salas; • Um centro médico. A edificação de ambos os edifícios enquadram-se dentro dos parâmetros definidos pela legislação em vigor, sendo instalações definidas com um corpo com entradas próprias de modo a constituir-se como elementos autónomos, dentro do respetivos terrenos e face aos arruamento urbanos envolventes. Os edifícios desenvolvem-se num ou dois pisos acima do solo, os seus enquadramentos permitiram definir uma planta rectangular com pátios interiores onde realizam-se os espaços de recreio, sendo envolvidos pelos espaços de enquadramento funcional.
+ info
Angola
Condomínio Diamante
A empreitada “Condomínio Diamante” refere-se à execução dos acabamentos de 23 moradias de luxo em Talatona, na capital angolana. O projeto engloba a execução de fachadas e revestimentos exteriores e interiores, piscinas e pavimentos térreos nas moradias, assim como todas as infraestruturas e arranjos exteriores da totalidade do condomínio. Os trabalhos principais englobaram a execução de alvenarias de tijolo, rebocos de argamassa de cimento, revestimentos pétreos, coberturas em telha, impermeabilizações várias, arruamentos em pavimento betuminoso, passeios com revestimentos em pedra reconstituída. O desafio consistiu na firmeza do nível de qualidade na execução dos trabalhos aliados à componente evolutiva do projeto de execução.
+ info
África do Sul
Bloco de Escritórios (Classe AAA)
Edifício de escritórios para uma empresa de arquitectura, incluindo o equipamento de escritório
+ info
Angola
Supermercado Shoprite do Kuito
Para além do supermercado com todas as infraestruturas e condições modernas para actividade comercial e restauração, o Shoprite do Kuito dispõe de zona de armazenamento, cais de carga e descarga, zona comercial dedicada com várias lojas na área frontal do edifício e parque de estacionamento com áreas ajardinadas. Em termos arquitectónicos o edifício caracteriza-se por aliar a construção em betão e estrutura metálica com a área de estacionamento e jardim, conferindo maior impacto visual ao conjunto. Os principais trabalhos de construção incluem: Modelação e pavimentação do parque de estacionamento e jardim com aproximadamente 6.000 m2; Modelação e pavimentação do cais de carga e descarga com aproximadamente 2.000m2; Construção civil do edifício com uma área aproximada de 6.000 m2, englobando todo o tipo de tarefas/especialidades, nomeadamente, estrutura metálica, electricidade, canalização, avac, tetos falsos, caixilharias, ladrilho, pinturas, rebocos e alvenarias.
+ info
Portugal
Parque de Estacionamento da Fonte Quente
Empreitada realizada no centro da cidade de Leiria, na margem direita do rio Liz, junto ao inconfundível edifício da Fonte Quente. Os aspectos que mais diferenciam a obra do ponto de vista construtivo foram o elevado volume de terras movimentado, resultante da escavação para implantação do parque de estacionamento enterrado de 120x33x3,2m3, as fundações especiais em estacaria de grande diâmetro e a robustez global da estrutura em betão armado. Nos 12.000m2 de área superficial da obra, junto ao rio Liz, foi efectuada a pavimentação da rua e estacionamentos e efectuados os trabalhos de paisagismo mediante a execução de passeios em cubo calcário, drenagens, iluminação pública, implantação de quiosque, wc e construção de ciclovia de 250m limitada por espaços ajardinados e passagens pedonais junto à margem.
+ info
Angola
Condomínio Olympus
O empreendimento Condomínio Olympus inclui a construção de sete blocos de cave com rés-do-chão, 5 pisos para habitação, um outro edifício de cave com rés-do-chão e 3 pisos destinado a lojas e escritórios. A empreitada integra também os acabamentos exteriores onde avultam as zonas ajardinadas e pavimentadas, um campo de jogos, piscina e edifícios de apoio, incluindo bar e esplanada. As estruturas mistas (metálicas e betão armado) transformam este projecto num desafio positivo, dotado de uma diversidade de exigências que permitirão ampliar os horizontes construtivos da empresa e sedimentar a sua capacidade técnica. As fracções individuais dos edifícios estão equipadas com sistema de ventilação e sistema de climatização individual, tanto nas habitações como nos escritórios. OS NÚMEROS Área de implantação de 10.600 m2 Edifício de serviços de 5.000 m2 de área bruta Edifício de habitação de 16.800 m2 de área bruta
+ info
Angola
Fábrica do Whisky
Localizada numa zona fortemente industrializada de Luanda, a “Fábrica do Whisky” é uma unidade de produção direccionada para o mercado nacional e de países vizinhos. A área de implantação do complexo industrial ultrapassa os 4 hectares. A fábrica compreende 13.900 m2 de área bruta de produção e 3.397 m2 de área de mezzzanine. A capacidade instalada garante uma produção diária de 50.000 litros. O local de entrada principal da fábrica e acesso ao mezzanine pela caixa de escadas, albergam um espaço de residências constituído por suites, salas de jantar, salas de estar e ginásio. Contíguos à fábrica situam-se os edifícios de apoio com zonas ajardinadas e parque de estacionamento na sua envolvente. O complexo inclui ainda o “Office” (o edifício de escritórios de gestão financeira e controlo de recursos humanos), a “Canteen” (edifício da cantina, lavandaria, balneários, incluindo posto médico) e o edifício “Security Cabin” (portaria e controlo de segurança de todo o complexo industrial). Trata-se de um projecto de grande envergadura que criará postos de trabalho e que beneficiará a economia local em todas as suas vertentes.
+ info
Moçambique
Zimpeto Retail Park
É uma superfície comercial com cerca de 9000 m2 de área de Lojas, área de restauração e um edifício adjacente para uma pastelaria. Na zona de lojas está prevista a instalação de um supermercado com 1000 m2, mais 42 lojas entre os 50 e os 150 m2 de superfície. No centro do complexo está a praça de alimentação aberta ao exterior dispondo de 4 espaços comerciais de restauração.
+ info
Angola
BCA - Agência do Lar do Patriota
A empreitada da Agência do Lar do Patriota do Banco Comercial Angolano contempla a construção de um edifício rectangular de dois pisos e restantes trabalhos necessários para a instalação, ao nível da rua, da dependência bancária e o apartamento do gerente no primeiro piso. A obra está integrada no plano de expansão do Banco Comercial Angolano na zona de Luanda e arredores e exige da Sá Machado Angola toda a competência na execução dos trabalhos de construção bem como a aplicação de rigorosos critérios de qualidade em resposta aos apertados padrões de exigência do cliente.
+ info
Brasil
Barolo Residenzza
O empreendimento Barolo Rezidenzza concretiza-se no edifício residencial de 1 piso de comércio, 3 pisos de garagem e 18 pisos residenciais, cada piso com dois apartamentos da tipologia T4, com quatro suítes, casa de banho de serviço, sala, cozinha e dependências de serviços. A empresa de construção do grupo Sá Machado no Brasil intitulada Sá Machado Engenharia e Construção tem a obra ao encargo da sua equipa de direcção técnica e gestão de empreendimentos de construção.
+ info
Bélgica
ARSONIC, «Maison de l’Écoute»
A aposta na expansão internacional das Unidades de Produção Interna da Sá Machado e Filhos, S.A. resultou na constituição da empresa de direito Belga S.M. ENGINEERING, que actua na apresentação e divulgação da actividade desenvolvida em Portugal. Fruto da imensa tradição e qualidade do trabalho, desenvolvido ao longo dos 80 anos de história da empresa, foram adjudicados à Sá Machado os trabalhos de carpintaria e serralharia da empreitada ARSONIC – Futur Centre pour la Musique Contemporaine, localizada na cidade belga de Mons. A emblemática obra ARSONIC resulta da reconversão de um antigo armazém da Comuna de Mons, local onde se realizará a abertura de “Mons – Capital Europeia da Cultura 2015”.
+ info
Angola
Edifício dos Coqueiros
Empreitada de construção de edifício de sete andares para a Aquaoceanus, empresa líder no sector de limpeza e manutenção de escritórios, zonas industriais e instalações comerciais. O edifício destina-se a escritórios e habitação, distribuídos em altura da seguinte forma: - Rés- do chão para estacionamento; - 5 pisos para escritórios; - Piso da cobertura para habitação; - Terraço acessível de utilização diversa. O solo de fundação caracteriza-se por ter o nível freático muito alto o que, aliado às características de resistência, ditou a necessidade de executar fundações especiais (40 estacas de aproximadamente 23m de profundidade). Toda a estrutura resistente do edifício é em betão armado e as fachadas, frontal e posterior, realizadas em betão à vista. Os escritórios têm a configuração “open space”, pavimento técnico e tecto falso metálico. A energia eléctrica do edifício é disponibilizada por dois grupos geradores e a pressurização e abastecimento de água aos vários pisos é assegurada por três electrobombas. Os sistemas de climatização, a instalação de segurança contra incêndio e o circuito fechado de videovigilância completam a lista das instalações, contribuindo decididamente para a modernidade dos espaços e para o conforto e segurança dos utilizadores.
+ info
Angola
Moradia do Mussulo
O projecto vertente refere-se à construção de um novo edifício de habitação unifamiliar na ilha do Mussulo, Luanda. A moradia apresenta dois corpos, ligados entre si por uma parede lateral. Os três pisos do edifício estão funcionalmente distribuídos da seguinte forma: no piso 0, situa-se a entrada principal da habitação, a sala comum, um pequeno lavabo de apoio, uma cozinha interior e uma sala de estar no edifício posterior. No piso intermédio (mezanino) situa-se a suite principal da casa, e dois quartos no edifício posterior. A cobertura é ocupada por um piso recuado que goza de uma vista panorâmica sobre o mar. O exterior do edifício será dotado de uma piscina ao nível do piso 0.
+ info
Angola
Banco Africano de Desenvolvimento
O African Development Bank escolheu as Gardens Towers para a sua nova sede em Angola, edifícios sumptuosos que integram o empreendimento Comandante Gika. Os escritórios da empresa ocupam o 18.º Piso e dispõem de uma vista privilegiada para a Ilha de Luanda e para a Ilha do Mussulo. A empreitada baseou-se numa intervenção técnica, procedendo-se á remoção das instalações existentes de Electricidade e AVAC e substituindo-as por tecnologia mais moderna e inovadora. O trabalho da Sá Machado Angola proporciona aos seus Clientes espaços adaptados a um mundo cada vez mais concorrencial e em constante mutação.
+ info
Angola
Banco Sol - Agência do Golf II
No seguimento da expansão do Banco Sol na zona de Luanda e arredores, a Sá Machado Angola assumiu a construção de mais uma agência desta prestigiada instituição. A empreitada situa-se na Av. Pedro de Castro Vandunem Loy, no Golf II, e adoptará os habituais padrões de exigência e qualidade determinados pelo cliente. Trata-se de um edifício de construção tradicional, incorporando todas as características de qualidade, segurança e comodidade exigidas pelo Banco Sol nas suas instalações.
+ info
Angola
Supermercado Shoprite de Benguela
O Retail Park Shoprite de Benguela caracteriza-se pela grande superfície comercial que oferece. Para além do supermercado o Shoprite dispõe de zona de armazenamento, cais de carga e descarga, zona comercial com várias lojas na área frontal do edifício e parque de estacionamento com áreas ajardinadas. Em termos arquitectónicos o edifício caracteriza-se por aliar a construção em betão e estrutura metálica com a grande área de estacionamento e jardim, conferindo maior impacto visual ao conjunto. Os principais trabalhos de construção incluem: - Modelação e pavimentação do parque de estacionamento e jardim com aproximadamente 11.000 m2; - Modelação e pavimentação do cais de carga e descarga com aproximadamente 3.450m2; - Construção civil do edifício com uma área aproximada de 13.000 m2, englobando todo o tipo de tarefas/especialidades , nomeadamente, estrutura metálica, electricidade, canalização, avac, tetos falsos, caixilharias, ladrilho, pinturas, rebocos e alvenarias.
+ info
Moçambique
Cinema Lusomundo de Matola
A Sá Machado Moçambique, S.A., enquadrando-se na obra dos Cinemas Lusomundo, na cidade de Matola, como empreiteiro para os trabalhos de construção civil e de Instalações Hidráulicas, a empresa participou também na concepção dos projectos de execução de estabilidade, rede de abastecimento de água e águas residuais. O espaço divide-se essencialmente em três zonas distintas, salas de cinemas, respectivas salas de projecção, e a entrada e zona de circulação de clientes e área reservada à gestão do espaço, constituindo um total de 930 m2 de área de implantação e 1350 m2 de área de construção, excluindo os arranjos exteriores na ordem dos 400 m2. O Edifício foi elaborado em betão armado, com cobertura em estrutura metálica e chapa IBR, revestida a poliuretano projectado para conferir a componente térmica ao espaço. No interior, regista-se o emprego de vinílicos e alcatifa em pavimentos, lambrim em alcatifa nas paredes, tectos e restantes áreas de paredes em lã mineral que em conjunto introduzem o efeito de reverberação nos diferentes espaços. Na entrada, destaque para a zona do foyer, com material porcelânico no pavimento, paredes do bar em azulejo disperso aleatoriamente com diferentes tonalidades e tecto falso em gesso cartonado com geometria irregular, no seguimento do envidraçado da entrada em caixilharia de alumínio anodizado à cor natural.
+ info
Moçambique
Agência Bancária FEIMA
O edifício do banco divide-se essencialmente em três zonas distintas: atendimento geral e backoffice no piso do R/C, atendimento a clientes privados e salas de reunião no 1º piso e um edifício anexo para arquivo e salas de equipamentos informáticos. A estrutura resistente do edifício é em betão armado, porticada com lajes fungiformes de moldes recuperáveis. A impermeabilização da cobertura é feita a poliuretano projectado para conferir a componente térmica ao espaço. No interior, regista-se o emprego de mosaicos porcelânicos e alcatifa em pavimentos, tectos-falsos em gesso cartonado e Sistema de quadrícula Armstrong, paredes revestidas a mosaico porcelânico e pintura, e peitoris, ombreiras e padieiras de vãos exteriores revestidos a mármore. Destaque para as grandes áreas de envidraçado da fachada principal, que conferem aos espaços interiores amplitude e uma iluminação natural muito acentuada. As instalações especiais compreendem toda a rede eléctrica, mecânica, AVAC, redes estruturadas e telefónicas. A climatização dos espaços é feita de forma centralizada, com máquinas exteriores de ar frio (chillers) e de ventilação mecânica (UTA), distribuídas por condutas metálicas devidamente isoladas térmica e acusticamente. Foi também instalada uma rede de socorridos, que será alimentada por uma UPS com capacidade para 12 horas e um gerador de socorro com 200 kVa de potência. A Sá Machado Moçambique, S.A. desenvolveu a actividade de construção deste balcão, na cidade de Maputo, mais concretamente na Av. Mao Tse Tung, sendo neste momento considerado um dos mais belos exemplares da nova arquitectura desta cidade, de cariz mais Europeu.
+ info
Angola
Moradia Bairro Azul
Empreitada de remodelação de uma moradia de construção tradicional com estrutura em betão armado. Incluindo a demolição de um anexo de dois pisos e a reabilitação dos revestimentos, equipamentos fixos, vãos, instalações, ventilação, climatização e pinturas. Principais tarefas da obra: - Demolição de construção anexa em betão armado; - Demolições de elementos na moradia a remodelar, nomeadamente revestimentos, paredes a adaptar, caixilharias, loiças sanitárias e infra-estruturas existentes; - Construção de anexo de 2 pisos em betão armado; - Revestimento de pavimentos e paredes na moradia a remodelar e anexo a construir, nomeadamente pavimentos em soalho flutuante e revestimentos cerâmicos em Wc´s; - Infra-estruturas eléctricas, hidráulicas e de ar condicionado; - Reabilitação de carpintarias existentes, bem como novas carpintarias; - Estrutura metálica na cobertura da moradia; - Arranjos exteriores. O resultado final traduz-se num espaço de habitação renovado, dispondo de todas as comodidades exigidas actualmente para uma residência de alta qualidade.
+ info
Angola
Edifício Luandando
O edifício Luandando surge como um elemento de referência e de qualidade do ponto de vista arquitectónico, espelhando orientações contemporâneas do ponto de vista urbanístico na justa medida em que associa programas e usos distintos como comércio e serviços. Com uma área de construção de 4265 m2 e localizado no centro da cidade de Luanda, o edifício disponibiliza escritórios completamente equipados e com várias configurações, restaurante e várias lojas para espaços de comércio, para além do imprescindível parque de estacionamento automóvel. Distribuição funcional das áreas interiores do edifício: - No piso térreo localiza-se a agência bancária, e os acessos ao restaurante, aos escritórios e ao estacionamento; - Na mezzanine desenvolve-se o restaurante com um lounge de espera que comunica com pé-direito duplo com a entrada no piso 0, dispondo de instalações sanitárias dedicadas; - Os pisos 1, 2, 5 e 6 caracterizam-se pela área em open space de utilização diversa, em comunicação com a caixa de escadas e os dois elevadores, dispondo de instalações sanitárias; - Os pisos 3 e 4 dispõe de 5 salas de trabalho individuais, 24 postos de trabalho em zonas de trabalho partilhadas, duas áreas de atendimento e espera, duas salas de reuniões para 10 pessoas, núcleo de acessos e instalações sanitárias; - O topo do edifício é ocupado por um piso recuado que goza de uma vista panorâmica excepcional sobre a cidade. O espaço de localização privilegiada é ocupado por um ginásio ao qual se poderá aceder através do núcleo de escadas ou pelo elevador comum. - Por fim do piso -1 até ao piso -3 localiza-se o espaço da garagem, que se desenvolve em 3 níveis de cave e ao qual se poderá aceder pelo núcleo de acessos principal e pela rampa destinada aos automóveis. Apostando na diferença e na singularidade da imagem arquitectónica de excepção, consolidada pela criteriosa utilização de materiais e de procedimentos de execução, o edifício assume inegável relevância urbanística no seio do tecido edificado em que se insere.
+ info
Moçambique
Reabilitação das Residências Universitárias Eduardo Mondlane
A empreitada de reabilitação das residências Universitárias da Universidade de Eduardo Mondlane iniciou em finais de 2013, com a participação da Sá Machado Moçambique na qualidade de subempreiteiro. A Stefstocks, empreiteiro geral da obra, reservou para a Sá Machado a execução dos trabalhos de demolição, de assentamento de alvenarias de tijolo, de aplicação de rebocos e de revestimentos de paredes e pavimentos. A intervenção, concluída em março de 2014, revelou-se de extrema importância para a prossecução do trabalho da Sá Machado em território Moçambicano.
+ info
Angola
Retail Park Shoprite de Sumbe
O Retail Park Shoprite do Sumbe caracteriza-se pela grande superfície comercial que oferece. Para além da área comercial Shoprite o edifício dispõe de zona de armazenamento, cais de carga e descarga, zona comercial com várias lojas na área frontal do edifício e parque de estacionamento com áreas ajardinadas. Em termos arquitectónicos o edifício caracteriza-se por aliar a construção em betão e estrutura metálica com a grande área de estacionamento e jardim, conferindo maior impacto visual ao conjunto. Os principais trabalhos de construção incluem: - Modelação e pavimentação do parque de estacionamento e jardim; - Modelação e pavimentação do cais de carga e descarga; - Construção civil do edifício englobando todo o tipo de tarefas/especialidades, nomeadamente, estrutura metálica, electricidade, canalização, avac, tetos falsos, caixilharias, cerâmicos, pinturas, rebocos e alvenarias.
+ info
Angola
Agência do Banco Sol Jardim de Rosas
A empreitada de execução do Banco Sol Jardim de Rosas consiste na adaptação de uma loja para a instalação da agência bancária. A adaptação envolveu vários trabalhos de remodelação de interiores entre eles a execução de divisórias em alvenaria, acabamentos em gesso projectado e granito, tectos metálicos, caixilharias de alumínio, pinturas, instalações eléctricas, hidráulicas e avac. A empreitada foi conduzida na observância estrita dos preceitos da boa execução de trabalhos de construção, cumprindo com as normas da qualidade interna impostas pela empresa e obedecendo aos pressupostos estipulados pelo Dono de Obra. A rápida expansão do Banco Sol, particularmente na cidade de Luanda, envolve a execução de varias dependências, sendo que no condomínio Jardim de Rosas o Banco Sol é o primeiro a inaugurar uma agência. A Sá Machado Angola com a sua capacidade técnica, fica indelevelmente associada às iniciativas pioneiras e inovadoras desta renomada instituição.
+ info
Angola
Posto de Abastecimento de N′Dalatando
A empreitada adjudicada à Sá Machado Angola consiste na construção de um posto de abastecimento da Sonangol na província do Kwanza Norte, Cidade de N´Dalatando, lugar de Muembeji. A área de serviço abrange 3185 m2 de área de construção, tendo como objectivo principal disponibilizar aos utentes combustível líquido e serviços de qualidade nas zonas de serviços. Neste contexto projectou-se os seguintes elementos: Zonas de Abastecimento – Constituída por 250 m2, destina-se à paragem de veículos motorizados para abastecimento de combustível; Jet-Wash (2 box´s) – Espaço com 60 m2, tem como finalidade disponibilizar serviço de limpeza exterior dos veículos motorizados; Ilha de aspiração – Para serviço de limpeza interior de viaturas; Ilha Ar/água – Espaço destinado ao fornecimento de ar e água; Ilha de Abastecimento – Zonas das máquinas e mangueiras de fornecimento do combustível; Edifício de Apoio – Para apoio ao cliente, loja de alimentação e venda de artigos diversos e Wc´s de serviço; Área de Jardim; Acessos e Zonas de circulação dos veículos motorizados – Projectada com 1750 m2 a pensar na devida circulação das viaturas dos utentes. De referir de entre os trabalhos efectuados como o mais complexo e moroso a pavimentação em betão afagado recorrendo a equipas de mão-de-obra especializada e equipamentos para espalhamento, nivelamento e afagamento de betão, especificamente: helicópteros, talochas e réguas de alumínio. Os trabalhos foram realizados de acordo com o planeamento previamente efectuado fazendo face a algumas contrariedades aliadas à zona geográfica da empreitada sensivelmente a 200 Km de Luanda, como a escassez de empresas de fornecimento de material, de aluguer de equipamentos e falta de mão-de-obra especializada. Pelas razões apresentadas, à semelhança da maior parte das obras realizadas no interior de Angola, a logística tornou-se num dos factores cruciais para o cumprimento dos prazos e conclusão da obra.
+ info
Angola
Banco Sol - Remodelação da Agência da Mutamba III
A empreitada de Remodelação da Agência do Banco Sol - Mutamba 3 insere-se na estratégia de promoção da nova imagem da instituição bancária na cidade de Luanda. Contempla todos os trabalhos necessários à renovação da dependência bancária, incluindo a demolição das instalações existentes e a renovação do espaço interior subdividindo-o funcionalmente em área público, back office, sala do gerente, sala de recontagem, instalações sanitárias, copa, cofre, circulações e sala do bastidor. As alterações visam o aumento da funcionalidade e conforto das instalações e a promoção da imagem do Banco Sol. As soluções construtivas e os materiais utilizados refletem o trabalho de planeamento e de preparação da obra modelo, para facilmente ser aplicável a qualquer agência, traduzindo, para além das disposições arquitectónicas exigíveis e impostas pelo banco, a disponibilidade de materiais do mercado nacional, nomeadamente: pavimentos em granito, tectos falsos em placas perfuradas, pintura das paredes interiores e exteriores, caixilharias de alumínio anodizado, instalação eléctrica embebida, rede de abastecimento de água e esgotos, instalação de ventilação e ar condicionado, rede de cablagem estruturada para voz, dados e imagem, rede de distribuição de sinal de TV/R, rede de fibra óptica, instalação de detecção, sinalização e alarme de incêndios e instalação de alarme contra roubo e intrusão. A equipa de trabalho liderada pela Sá Machado Angola caracterizou, em fase de preparação, os principais objectivos do dono de obra e desenvolveu os trabalhos no estrito cumprimento das boas regras da arte da construção, das normas e dos critérios de qualidade internas em resposta à elevada exigência do Banco Sol.
+ info
Portugal
Centro Escolar de Viana do Alentejo
A obra consiste na construção de um novo equipamento de ensino destinado à instalação do Pré-primário e 1º Ciclo, inserido na Escola Dr. Isidro de Sousa. Os acessos são efectuados a partir da Estrada da Quinta de Santa Maria em Viana do Alentejo. O edifício estende-se por 2.400m² de área de implantação integrando oito salas de aula dispostas em planta sob a forma de «U», em articulação com os espaços do refeitório e do polivalente, para cumprir a correcta utilização do piso. A estrutura será construída em betão armado composta por lajes vigadas, suportadas por meio de fundações directas, interligadas com recurso a lintéis, e com a utilização de muros de suporte de forma a garantir a topografia dos acessos. A arquitectura adopta, no perímetro da construção, coberturas planas de forma a permitir o melhor aproveitamento da iluminação natural nas zonas de circulação. A empreitada contempla também a execução das infra-estruturas de apoio ao edifício e a criação de uma plataforma adjacente para parqueamento, campos de jogos e ajardinamentos, resultando numa área total de intervenção de cerca de 3.060m².
+ info
Angola
Hipermercado Kero em Viana
Construção do hipermercado da cadeia de distribuição angolana Kero, comercialização e distribuição de produtos alimentares e não alimentares. O espaço comercial localizado na zona de Viana em Luanda é o primeiro hipermercado da rede em Luanda e o segundo da cadeia Kero em Angola. A realização desta empreitada assumiu desde início uma importante aposta da Sá Machado no planeamento, coordenação de trabalhos, logística e aplicação da experiência adquirida na construção de grandes superfícies comerciais em Angola. Desta feita a exigência do dono de obra foi de encontro ao saber fazer da Sá Machado Angola resultando numa moderna e grande superfície de comércio, realizada com rigor, num prazo restrito de apenas 4 meses.
+ info
Brasil
Caledônia Private Village
O Caledônia Private Village é um projeto arrojado e inovador. Com as mais modernas técnicas de engenharia e arquitetura, tem foco na qualidade de vida e na interação entre homem e natureza. Um condomínio funcional que busca a satisfação total de seus moradores e que prima pela sensação de liberdade em três mundos: a praia, o verde e a cidade. O empreendimento de habitação em contacto com a natureza dispõe de 180.000 m2 de área verde, a segurança da portaria com ronda e circuito interno de TV, a comodidade do espaço comercial, da central de serviços e do heliporto, diversos espaços de lazer e a praia a 5 kms de distância. A execução do Club House, edifício de 1400 m2 de área construída, será realizado pela empresa de contrução do grupo Sá Machado no Brasil.
+ info
Portugal
Requalificação da Quinta de Fora do Mosteiro de São Bento
A Empreitada visa a recuperação dos dois edifícios da Quinta de Fora para ampliação das Instalações da Escola Agrícola Conde de S.Bento de Santo Tirso. As novas valências distribuem-se pelos dois edifícios, “Casa“ e “Sequeiro“ respectivamente e da seguinte maneira: - O primeiro edifício albergará uma pequena escola de hotelaria com uma cozinha e um bar de formação no piso térreo e quartos de dormir no primeiro piso. Na cave, situam-se balneários e, os armazéns da cozinha. - O segundo edifício albergará um auditório para noventa utentes uma sala de exposições uma sala de funções administrativas / centro de interpretação ambiental uma sala de formação e também uma habitação tipologia T 2, para um caseiro. A parte pública e a privada do edifício têm naturalmente serventias próprias e entradas próprias. A combinação da necessidade de implementação do programa funcional com a necessidade de cumprimento das legislações aplicáveis a nível das estruturas exige a demolição integral dos “miolos“ de ambos os edifícios. O ponto de partida da obra é portanto uma remoção / demolição integral das coberturas das lajes de esteira e de piso existentes. No edifício “casa“, a nova estrutura é lançada em betão, sendo que as coberturas de telhado novas são lançadas em perfis de aço e de madeira. Todas as paredes periféricas são forradas interiormente com reboco armado para a consolidação do edifício. O edifício“ Sequeiro“ apresenta melhores condições de estabilidade tirando-se partido por isso das paredes de alvenaria portantes existentes com bases de chumbadouro de lajes ligeira em madeira e metal. As novas cobertura sem telhados, são feitas também em madeira e aço. Os materiais de acabamento utilizados são por defeito coerentes com o expectável em edifícios da construção tradicional desta zona: rebocos de cal, soalhos em madeira pisos em granito, vãos e carpintarias pintadas a tinta de esmalte. Os tectos cumprem as exigências de acústica e todas as infra-estruturas de climatização energia, águas e esgotos são ocultadas através de um trabalho cuidadoso e coordenação e desenvolvimento dos projectos de Especialidades. Os vãos exteriores são integralmente substituídos mantendo-se em madeira pintada a tinta de esmalte e por força da necessidade de cumprimento das legislações térmicas e acústicas, ganham espessura nos aros e caixilhos e levam vidros duplos. As mesmas questões térmicas e acústicas implicam de resto um tratamento exaustivo da envolvente construtiva através da sua selagem acústica e térmica. Em paramentos exteriores previram-se forras integrais, das paredes de fachada com materiais de isolamento compatíveis com os acabamentos estanhados ou de cal preconizados para cada caso. Nas coberturas previram-se forras em painel de partículas de madeira com lã de rocha no tardoz, pregadas ao desvão dos telhados. Os arranjos exteriores respeitam a base consolidando apenas os pavimentos com saibroso ou empedrados de granito local e mantendo as áreas anteriormente destinadas a prado. Os vários projectos convergem o propósito de uma obra correcta (com o contexto e com a própria vocação arquitectónica dos edifícios) e optimizada (causando o menor impacte possível no terreno e nos edifícios).
+ info
Angola
Agência de Malange do Banco Comercial Angolano
A empreitada consiste na construção da primeira agência bancária do Banco Comercial Angolano na localidade de Malange. Para além do espaço bancário a obra compreende a construção do apartamento destinado ao gerente. A agência bancária, de 305m2, dispõe de espaços para atendimento aos clientes, salas de reunião, escritório do gerente, sala de contagem e do tesoureiro, cofre, copa (para refeições rápidas) e casas de banho. O apartamento de dois pisos, com área total de 88m2, é constituído por uma cozinha e sala de jantar no piso 0 e quarto, casa de banho e sala de estar no piso 1. Os arranjos exteriores incluem o acesso pedonal ao apartamento e um pequeno jardim. A gestão da obra reflectiu os constrangimentos de uma empreitada situada a 400 km de Luanda, patentes na ausência no mercado local de materiais mais específicos e na falta de mão-de-obra qualificada. As dificuldades foram mitigadas pela aposta na logística e na formação contínua dos colaboradores, que se revelaram a plataforma.
+ info
Angola
Moradia Miramar
Moradia de cave e três pisos acima da cota térrea, com uma área total de 300 m2, localizada numa zona singular do centro da cidade de Luanda. Apresenta estrutura resistente tradicional em betão armado com lajes aligeiradas de piso e de cobertura. O sistema de impermeabilização e isolamento, aliado a revestimentos e acabamentos em materiais de alta qualidade, resulta numa habitação de elevado conforto e completamente adaptada às necessidades do ritmo de vida actual numa grande metrópole como Luanda.
+ info
Angola
Edifício de Escritórios dos Imbondeiros
Edifício de quatro pisos para escritórios com cerca de 1200 m2 de área de implantação, no Bairro da Palanca em Luanda. Em termos de macro-arquitectura o edifício traduz-se na conjugação de dois volumes paralelepipédicos regulares implantados levemente enviesados um em relação ao outro, sendo conectados por um elemento de transição onde se situam as zonas comuns: recepção, caixas de escadas, caixas de elevadores, wc’s e um pátio no primeiro piso. Edifício de construção tradicional em betão armado com lajes fungiformes, pilares com distribuição ortogonal e fundações directas em sapata, apresenta os elementos estruturais harmoniosamente distribuídos, dando lugar a grandes áreas interiores livres. As fachadas são envidraçadas, protegidas por cortina exterior em lâminas de alumínio.
+ info
Portugal
Hospital Internacional do Algarve
A empreitada consistiu na construção integral do edifício, incluindo todo o tipo de trabalhos de construção civil, assim como todas as instalações especiais, nomeadamente, electricidade, telecomunicações, segurança, AVAC e redes hidráulicas. O hospital oferece 86 camas, 4 blocos operatórios, unidade de cirurgia ambulatória, unidade de pediatria, unidade de neurocirurgia, 2 aparelhos de Tomografia Axial Computorizada (TAC), 2 unidades de terapia para adultos e neonatais.
+ info
Angola
Torre Lara
A Torre Lara é um edifício de 15 andares situado na Avenida Brasil em Luanda. Fruto das excelentes relações estabelecidas com a S.P.F.A – entidade promotora – foram adjudicados à SÁ MACHADO os trabalhos de instalações especiais deste grandioso empreendimento. Edifício em betão armado, está dotado de quatro caves para estacionamento automóvel, rés-do-chão para comércio, 4 andares para escritórios e 11 andares para habitação. O contrato inclui os trabalhos das seguintes especialidades: electricidade, águas e esgotos, informática, TV, telefones, telecomunicações, vídeo vigilância, AVAC e segurança contra incêndio. Edifício de utilização mista – escritórios e habitação – a Torre Lara representa para a SÁ MACHADO ANGOLA a confirmação da sua capacidade no cumprimento de prazos e na gestão de empreitadas de complexidade superior. Reflexo de uma forte presença no mercado Angolano, esta obra terá como principal objectivo o estrito cumprimento da superior qualidade e a observância do prazo, marcas definidoras do empreendimento.
+ info
Portugal
Centro de Artes Contemporâneas
A empreitada, localizada no concelho da Ribeira Grande, enquadrado na ilha de S. Miguel, consiste na reconstrução parcial da antiga fábrica do álcool, exemplar da arquitectura industrial dos finais do século XIX, cujas tonalidades serviram de inspiração para o desenvolvimento, de cinco edifícios de raiz, de cariz abstracto, promovendo a articulação entre o passado e o futuro, integrando cerca de 11000 m2 de área intervencionada. Os edifícios dispostos contiguamente aos pré-existentes darão corpo a espaços distintos, com destaque para os diversos expositores, sala multiusos, museu da fábrica, oficinas e laboratórios, perfazendo um conjunto singular e emblemático, que certamente distingue os Açores como uma referência internacional na diversidade e na produção cultural.
+ info
Angola
Posto de Abastecimento Rosa Porcelana
O posto de abastecimento Rosa Porcelana é um equipamento central na ligação entre o Luanda e Malange. A empreitada de reabilitação do posto de abastecimento tem perspectiva de manter a cobertura territorial do abastecimento de combustível e aumentar as perspectivas de negócio da empresa petrolífera. Efectuou-se a remodelação total do espaço do posto de abastecimento, abrangendo os trabalhos de substituição dos depósitos de combustível e dos postos de abastecimento, a execução da cobertura metálica e a construção da moderna loja de conveniência. Converteu-se o desactualizado posto de abastecimento numa estação de serviço de moldes actuais, que se poderá equiparar a qualquer das congéneres empresas petrolíferas multinacionais.
+ info
Angola
Empreendimento Viana Villa
Empreitada de construção das infra-estruturas necessárias para o funcionamento do parque industrial de Viana Villa, nomeadamente as redes hidráulicas, eléctricas e de telecomunicações e a realização das acessibilidades (estradas e passeios). O empreendimento está estrategicamente localizado em Viana, na estrada Luanda – Catete, em frente ao Porto Seco, junto da auto-estrada, na proximidade da estação ferroviária e perto daquele que será o futuro aeroporto de Luanda, no município mais industrializado de Angola. A área de intervenção é de aproximadamente 1km2, o que por si só representa um desafio aliciante do ponto de vista da organização logística, gestão de materiais e mão-de-obra para que tecnicamente se obtenha, dentro dos prazos contratuais, os trabalhos finalizados dentro dos parâmetros de qualidade impostos e estabelecidos pela conduta de qualidade da empresa.
+ info
Portugal
Modernização da Escola Secundária D. Dinis
A Escola Secundária D. Dinis situa-se na Rua da Misericórdia, em Santo Tirso. A escola é constituída por um pavilhão que integra os serviços administrativos, a cantina e o salão polivalente, por três pavilhões de aulas com três pisos, interligados por percursos exteriores cobertos, e por um polidesportivo coberto, com balneário. Implanta-se num terreno formado por plataformas horizontais, impermeáveis, com cotas graduais, separadas por taludes arborizados. A intervenção consiste em demolir alguns pequenos sectores, requalificar a construção existente e criar três novos corpos construídos – um com os serviços comuns e átrio, outro com laboratórios e outro com balneários e ginásio. Devido ao grande desenvolvimento da escola no eixo norte-sul deslocou-se a entrada para próximo do centro do terreno de forma a melhor equilibrar distâncias entre os espaços de aprendizagem formal, informal e lúdicos. O primeiro corpo a construir (N1) inclui o átrio de entrada, de triplo pé-direito, a nova biblioteca, o auditório, loja/reprografia, bar e sala de expressão dramática. Forma um pátio fechado em conjunto com um edifício existente (A1), agora utilizado pelos docentes, direcção e secretaria, de forma a manter estes espaços próximos do núcleo da escola. No último piso deste edifício localizam-se as salas de informática. Este corpo, central à escola, liga ao edifício polivalente (A4) e ao novo edifício dos laboratórios (N2). O edifício polivalente (A4), junto à grande plataforma de recreio, passa a integrar a sala de espectáculos / espaço polivalente, com palco e camarins, o refeitório, os espaços dos funcionários e algumas funções lectivas especiais. O edifício dos laboratórios (N2) é vazado no rés-do-chão de forma a criar um espaço coberto virado a sul que liga os edifícios de aulas gerais (A2 e A3) e o átrio. O edifício desportivo (G1) é ampliado (G2), construindo-se novos balneários e um ginásio semi-enterrado. Os espaços exteriores são redesenhados, aumentando-se a área permeável e a arborização. A nova construção garante o bom desempenho energético e acústico e assegura acessibilidade a todos os locais específicos. A tipologia da escola é profundamente alterada. O que antes era um conjunto de pavilhões implantados num espaço exterior vedado, é agora um edifício único, a que se acede por um átrio de entrada que torna legível a hierarquia dos espaços da Escola.
+ info
Portugal
Modernização da Escola Secundária de Ponte de Lima
Esta Escola existente é do tipo pavilhonar, constituída por cinco edifícios articulados entre si por galerias exteriores. O edifício administrativo, com um piso e pontualmente uma pequena parte com dois pisos, engloba as funções administrativas, direcção e sociais. Existem ainda três edifícios, com três pisos e um com dois pisos afectos à área lectiva e onde se localizam as salas de aulas e laboratórios. Existem também um pavilhão desportivo com balneários, campos de jogos e recreios exteriores. Todos os edifícios estão edificados com estrutura porticada de pilares e vigas em betão armado com lajes em vigotas pré-esforçadas e maciças nos pisos e coberturas, sendo estas últimas posteriormente revestidas a chapas de fibrocimento.(...) Os edifícios não foram objecto de importantes intervenções posteriores à sua construção. Caracterização da Intervenção: A intervenção caracteriza-se pela remodelação de parte dos edifícios, pela demolição dos restantes e pela construção de novos edifícios e de variados elementos de ligação ou complementares entre as novas construções e as existentes que se preservam e remodelam. Os edifícios que se recuperam são os edifícios originalmente destinados à área lectiva assim como o pavilhão desportivo. Os edifícios que serão demolidos são o da administração/direcção/espaço social e o das oficinas. Um dos novos edifícios, a única construção nova visível, é um grande edifício em Z, que contem, num dos extremos, na zona da entrada na escola, as áreas administrativas e sociais, sensivelmente sobre a mesma área onde antes se encontravam, e, no outro extremo, a área de laboratórios. Entre ambos forma-se uma rua coberta, um largo corredor que constituí a Learning-street. Este mesmo edifício utiliza a diferença de cotas entre um extremo e outro para, sob os laboratórios, no extremo oposto ao da entrada na escola, libertar uma grande área exterior coberta, onde se colocaram os campos de jogos. A learning street também permite o acesso coberto interior e exterior a todos os outros edifícios da escola. Um outro edifício, o das ofcinas realiza-se parcialmente enterrado de modo a libertar a superfície para o jardim/recreio. É também o caso do bar e dos balneários de apoio às áreas desportivas que, pelos mesmos motivos, se constroem parcialmente enterrados.
+ info
Portugal
Centro Escolar da Horta do Carmo
O Centro Escolar da Horta do Carmo apresenta-se como um edifício de dois pisos com uma área de construção de 2986 m2, do qual se destacam as dez salas de aula para ensino básico do 1º ciclo, duas salas destinadas a jardim de infância e áreas comuns de apoio às duas valências (polivalente, refeitório, cozinha, bar, sala de atendimento, sala de associação de pais, etc. ). De referir que a empreitada contempla a climatização de todos os espaços e a instalação de um elevador com capacidade para 675 kg. Ao nível exterior, é de realçar que o lote se encontra dividido em áreas distintas, com equipamentos específicos para cada faixa etária, evidenciando-se o polidesportivo descoberto, a pista de atletismo, as caixas de areia com escorregas, as torres para trepar, os baloiços etc. No perímetro da escola a nascente e a sul junto do muro que delimita o lote, estão previstas cortinas de árvores. O espaço a norte destina-se exclusivamente às acessibilidades e controlo de entradas no recinto escolar através de duas portarias.
+ info
Moçambique
Subestações Eléctricas de Maputo
Construção de 3 subestações de pequena dimensão, nos arredores de Maputo, onde foram feitos todos os trabalhos referentes a movimento de terras, estruturas de betão e acabamentos. Caracterizou-se por ser uma das primeiras obras da Sá Machado no território Moçambicano e que permitiu alavancar a empresa para outros projectos. É uma obra relativamente fácil de executar com elevados volumes de betão e soluções técnicas standarizadas.
+ info
Angola
Edifício Elysée Trade Center
Localizado numa zona fortemente urbanizada de Luanda, o Elysée Trade Center é a primeira obra de envergadura da SÁ MACHADO. em Angola. O arranha-céus de 18 andares, completamente envidraçado, tem mais de 9500 m2 de área bruta de escritórios e 90 m de altura. O rés-do-chão, local de entrada e acesso a todos os pisos pela dupla caixa de escadas central, alberga um espaço comercial de 400 m2 e 255 m2 de mezzanine. Contígua ao edifício, reserva-se uma área descoberta de 775 m2 de espaço público ajardinado com acesso directo ao parque de estacionamento no subsolo, onde três pisos asseguram mais de 120 lugares de estacionamento.
+ info
Portugal
Escola EBI + JI de São Mamede da Ventosa
Empreitada de Construção da Escola Básica e Jardim de Infância de São Mamede da Ventosa Com uma área de implantação de cerca de 4500 m2 e uma área bruta de construção de cerca de 5600 m2, o complexo escolar de S. Mamede da Ventosa apresenta-se como conjunto único composto por dois pisos. O empreendimento integra três núcleos programáticos distintos, designadamente: a escola básica, o jardim-de-infância e uma zona comum a ambos abrangendo os espaços administrativos, refeitório e cozinha, biblioteca, ginásio, entrada, e dois campos de jogos, dos quais um é coberto. O conjunto desenvolve-se a partir da zona central comum para sul onde se localiza a ala reservada à escola básica, repartida em dois níveis de implantação. Do átrio de entrada para poente fixam-se as salas de prolongamento seguidas da ala reservada às salas de actividades do jardim-de-infância, sob as quais se situa o recreio coberto. Da forte pendente do terreno resulta a criação de espaços e áreas, como o ginásio instalado por baixo do centro de recursos, os gabinetes de trabalho e a área de recreio coberto do jardim-de-infância situado por baixo de três das cinco salas de actividades. A ala norte integra o jardim-de-infância. Este bloco devido à sua implantação e ao declive natural do terreno permitiu a integração de um recreio coberto no piso inferior, com contacto directo com as zonas de recreio exterior e campos de jogos. Aqui o contacto com o terreno assume particular importância, traduzindo-se numa plataforma verde que prolonga o interior do recreio, sendo alvo de um estudo mais detalhado no projecto de arranjos exteriores a realizar. A empreitada engloba ainda a construção de estacionamentos, arruamentos de serventia ao complexo e a ligação das águas residuais e pluviais a um colector público.
+ info
Angola
Loja D do Edifício AquaOceanus
A loja D do edifício AquaOceanus tem 110m2 destinados a área de recepção e de open-space. Está equipada com todos os serviços e infra-estruturas, bem como as mais recentes tecnologias, disponibilizando de sistema de ar-condicionado, detecção de incêndio, piso técnico sobre elevado, tectos falsos com iluminação embutida, sistema de detecção de intrusão, rede de informática e telecomunicações, etc. O edifício, localizado numa zona de magníficas acessibilidades, integra-se no mais importante centro empresarial de Luanda, sede da maioria das empresas, universidades, pólos de formação, centro de convenções e exposições.
+ info
Arábia Saudita
Torres de Água - Qariat Olya
Execução de 6 reservatórios de abastecimento das redes de distribuição de água potável das localidades Al-Rafiah, Al-Athareah, Al-Leabah, Al Faredah, Al-Qarat e Al-Muawi, no distrito de Qariat Olya, na Região Este da Arábia Saudita. Os trabalhos de construção de cada unidade de armazenamento de água consistem na construção de um reservatório de 150 m3 de capacidade a 28m de altura do solo, a casa para o guarda/vigilante, com aproximadamente 25 m2 e o muro de 2,6 m de altura e 100 m de comprimento para vedação do complexo.
+ info
Arábia Saudita
Torres de Água - Naireah
Execução de 5 reservatórios de abastecimento das redes de distribuição de água potável das localidades Al-Oyanah, Al-Wanan, Al-Mulaiah, Al-Nugair e Al-Nugairah, no distrito de Naireah, na Região Este da Arábia Saudita. Os trabalhos de construção de cada unidade de armazenamento de água consistem na construção de um reservatório de 150 m3 de capacidade a 28m de altura do solo, a casa para o guarda/vigilante, com aproximadamente 25 m2 e o muro de 2,6 m de altura e 100 m de comprimento para vedação do complexo.
+ info
Portugal
Casa dos Marcos
Construção de um edifício de dois pisos para albergar a “Casa dos Marcos”, equipamento de actuação nas áreas social, educativa e da saúde. A “Casa dos Marcos”é destinada ao tratamento de doenças mentais raras e compreende um Lar Residencial, uma Residência Autónoma, um CAO (Centro de Actividades Ocupacionais) para 30 pessoas e os Espaços de Pré-Profissionalização que se prevê serem integrados na rede nacional de equipamentos sociais. A unidade clínica tem capacidade de atendimento de 4000 utentes por ano e compreende uma unidade médica de internamento de longa duração e manutenção com 30 camas em 17 quartos, mais 9 quartos para internamento privado. Em termos construtivos é um edifício de construção tradicional em betão armado com acabamentos característicos de uma unidade hospitalar. A estrutura resistente em pórtico tem a particularidade de ser realizada no sistema de laje fungiforme descarregando em pilares maciços correntes, que assentam em fundações directas. O equipamento de 5000 m2 está implantado num terreno de 6590 m2 cedido pela Câmara da Moita e de entre outras funcionalidades avulta o facto de estar dotado de cantina, auditório, capela, piscina biológica e jardins exteriores.
+ info
Angola
Ampliação da Morgue Central de Luanda
A empreitada de ampliação da Morgue Central de Luanda caracteriza-se pelos trabalhos terem sido realizados sob várias condicionantes em que a componente prazo tomou a maior importância, pois foi necessário lidar com os normais constrangimentos provocados pela laboração em paralelo com a actividade da morgue e com a crescente expectativa dos funcionários, que aguardaram ansiosamente os melhoramentos introduzidos pelas novas instalações. As soluções construtivas adoptadas são bem características das instalações hospitalares, designadamente: estrutura em betão armado e cobertura metálica; paredes em alvenaria de tijolo rebocadas e revestidas a pintura epoxy em corredores e ladrilhos cerâmicos em sanitários e salas de laboração; pavimentos revestidos com pintura epoxy; tectos falsos em gesso pintado; portas interiores em madeira; caixilharia exterior em alumínio. A empreitada contemplou a instalação do equipamento sanitário hospitalar e respectiva rede de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais, incluindo a construção de uma fossa séptica com ligação a ETAR.
+ info
Angola
Supermercado Alimenta Angola de Camama
Empreitada de Construção de Loja da Rede de Venda a Retalho da rede Alimenta Angola em Camama Com a visão voltada para o investimento e ampliação da rede, o Grupo Alimenta Angola vislumbrou a carência de supermercados retalhistas na zona de Camama onde adquiriu um terreno em ponto privilegiado, dando início à construção da segunda loja da rede na região de Luanda. A nova superfície comercial com cerca do dobro da dimensão do anterior supermercado Alimenta Angola de Lunada, representa uma rotura significativa na abordagem adoptada pelo grupo Alimenta Angola no mercado Angolano, pois denota a aposta na qualidade das instalações e na oferta de novos serviços. O edifício está totalmente preparado para funcionar como grande superfície e interposto comercial, pois disponibiliza cerca de 10000m2 de armazém e comércio, reservando o primeiro piso de 1400m2 para instalações logísticas de apoio à actividade, compreendendo 12 quartos, vários gabinetes de reuniões, salas de formação, cozinhas, refeitórios, vestiários, balneários, entre outros. Uma vasta área exterior permite integrar a superfície comercial no espaço urbano, disponibilizando 300 lugares para estacionamento.
+ info
Angola
Loja A AquaOceanus
O espaço comercial Loja AquaOceanus tem uma área total de cerca de 160m2, e é constituída por 1 recepção, 8 gabinetes, instalações sanitárias e uma copa de apoio ao complexo. A arquitectura interior disponibiliza todos os serviços e infra-estruturas, bem como as mais recentes tecnologias. Os escritórios estão equipados com sistema de ar-condicionado, detecção de incêndio, piso técnico sobre elevado, tectos falsos com iluminação embutida, sistema de detecção de intrusão, rede de informática e telecomunicações. Localizada estrategicamente numa zona de magníficas acessibilidades (naquele que é considerado o mais importante centro empresarial de Luanda, sede da maioria das empresas, universidades, pólos de formação, centro de convenções e exposições), a nova sociedade dispõe de condições inigualáveis rumo ao sucesso comercial e industrial.
+ info
Portugal
Escola Básica de Telheiras
Esta empreitada retém a particularidade de ser executada sem interrupção do funcionamento da escola. Para isso, os trabalhos foram subdivididos em duas grandes fases: a primeira fase inclui a construção das novas instalações que albergarão os alunos da escola antiga e, a segunda fase, a demolição do edifício antigo da escola e execução dos trabalhos conducentes à finalização da obra. A obra integra a construção de 4 blocos escolares, 3 blocos de ligação, 1 sala de ginástica com balneários, 3 campos de jogos exteriores (um deles com bancadas), 1 anfiteatro ao “ar livre”, 2 parques infantis, 1 parque de estacionamento para docentes e diversas zonas de estar exteriores, numa área total de 20.000 m2. O edifício escolar possui 34 salas de aulas, 6 laboratórios, 1 biblioteca, 1 sala de professores, zonas administrativas e de atendimento ao público, 1 anfiteatro, 1 bufete, 1 cantina e 1 cozinha em modernas instalações que respondem cabalmente às exigências do ensino actual.
+ info
Portugal
Club House e Driving Range de Golfe
Os trabalhos compreendem a execução de uma zona de batimentos (Driving-Range), que inclui uma sala para estudo e análise de situações e um Club-House, com restaurante/snack-bar, instalações sanitárias, balneários, loja para venda de equipamentos desportivos e áreas técnicas. Em termos construtivos a empreitada apresenta duas faces distintas: - O edifício do Club de Golf – edifício térreo de construção em betão armado tradicional de 900m2 – onde serão aplicados isolamentos e impermeabilizações, acabamentos em madeira, caixilharias e vidros, pavimentos metálicos, instalações sanitárias e redes de abastecimento de água e electricidade; - O campo de golfe – localizado nos espaços exteriores – onde se efectuam as movimentações de terras necessárias à modelação do terreno e preparação do solo para sementeira e plantação. Paralelamente surgem duas pistas, uma de corrida contínua e a outra para ciclistas, assim como os acessos viários e parque de estacionamento, elementos integrados pela intervenção da arquitectura paisagística que projectou uma área naturalizada de vegetação como limite ao complexo para a prática do golfe.
+ info
Portugal
Campo de Jogos da Vidigueira
A empreitada proporcionou ao campo de jogos da Vidigueira todas as condições necessárias à prática desportiva profissional, com balneários para equipas técnicas e árbitros, dotados de tecnologia solar para aquecimento das águas, e uma bancada de cerca de 250 lugares com coberta, para todo o conforto dos espetadores.
+ info
Portugal
Ponte Pedonal do Parque da Bela Vista
Construção de uma Passagem Ciclo – Pedonal no Parque da Bela Vista Esta ponte faz parte de uma via ciclável essencial na rede de vias cicláveis projectada para Lisboa, já que permite “ligar o Parque da Bela Vista às Olaias e, a partir das Olaias, a toda a cidade”, permitindo que os cidadãos possam “usufruir da bicicleta não só como veículo recreativo, mas também como alternativa de transporte mais sustentável”. Trata-se de uma ponte mista metálica e de betão, composta por arcos e estrutura de suporte do tabuleiro em aço e por pilares e maciços de recepção dos arcos em betão armado. O traçado da ponte caracteriza-se por apresentar dois arcos centrais completos e dois meios arcos na transição para os pontos de amarração, por sua vez compostos por contrafortes. A ponte vence uma distância total de 176.70 m. A maior altura livre sob os arcos da ponte é de cerca de 22 m, para um vão de 35 m vencido por um arco com um raio de 167 m. O comprimento do tabuleiro metálico é de 110.90 m e o comprimento total da ponte de 176.70 m. A altura livre entre a vão do arco sobre a via-férrea e a cota superior do carril é variável ente um mínimo de 12.20 m e um máximo de 13.20 m.
+ info
Portugal
Reabilitação de duas Pontes no Gerês
Empreitada de reabilitação da Ponte sobre o Rio Caldo e da Ponte sobre o Rio Cávado, ambas concebidas pelo Eng.º Edgar Cardoso, caracteriza-se por intervenções ao nível do reforço estrutural com o objectivo principal de substituir e refechar as juntas de argamassa entre as cantarias que constituem os pilares e encontros das obras de arte. Inserida na Albufeira da Caniçada, esta obra envolve por si só meios e características particulares, tais como: trabalhos submersos, apoio através de embarcação e plataformas flutuantes, sistemas de montagens de andaimes suspensos, entre outros, obrigando inclusive ao desenvolvimento de um novo sistema construtivo. A reabilitação incidiu, essencialmente, na vertente estrutural com o refechamento de juntas entre os blocos de cantaria dos pilares e reparação dos seus elementos de contraventamento em betão armado, nomeadamente através da substituição e protecção das armaduras. De referir ainda a execução de um muro de gabiões, no encontro sul da ponte sobre o Rio Caldo, para suporte do antigo muro existente e estabilização do talude junto ao referido encontro. Após a intervenção efectuada pela SÁ MACHADO & FILHOS S.A. concluem-se as intervenções destinadas a garantir a utilização segura das obras de arte por parte dos utentes.
+ info
Portugal
Rampa Ro-Ro e Cais Flutuante do Porto de Aveiro
A Rampa Ro-Ro do Porto de Aveiro permite dotar o terminal do Porto de Aveiro da necessária interface para navios de mercadorias do tipo Roll-On / Roll-Off. Para a construção da rampa foi necessário efectuar a demolição parcial do cais existente em betão armado, tendo-se recorrido à técnica do desmonte por corte a fio hidrodiamantado. As grandes dimensões da rampa e a sua localização sobre a superfície marítima excluíram a possibilidade da utilização de soluções correntes de cofragem, pelo que se desenvolveu um projecto de execução específico recorrendo à utilização de elementos pré-fabricados pesados e equipamentos especiais de movimentação de cargas. Além da construção da rampa, estava prevista a execução de dragagens do leito junto à rampa e a aplicação de colchões necessários à protecção do fundo. Constituía ainda parte dos trabalhos a execução de equipamento flutuante e pontão de acesso com convés em madeira exótica, suportado pela cravação de estacas devidamente interligadas em forma de Duque d’Alba. Foram aplicadas novas defensas junto ao terminal com painéis frontais em estrutura metálica, tendo sido necessário recorrer à utilização de técnicas específicas para o corte de aço.
+ info
Portugal
Hospital de Vila Franca de Xira
Empreitada realizada em consórcio, com uma participação de 40%. Hospital constituído pelas unidades especiais: Hospital de dia, Unidade de Cuidados Intensivos e Intermédios - UCI, Unidade de Neonatologia, Unidade Cuidados Intermédios Cirúrgicos - UCIC e Unidade de Cuidados Pós Anestésicos - UCPA. É ainda composto por 9 blocos operatórios, 233 camas, serviços de Urgência Geral, Urgência Pediátrica e Urgência de Obstetrícia/Ginecologia, 5 salas de parto e 1 sala de cesarianas.
+ info
Portugal
Lar de Idosos, Centro de dia e Creche de Prado
Construção de um edifício com Lar de Idosos, Centro de dia, Serviço de Apoio Domiciliário e Creche, para candidatura ao Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES). A Vila de Prado dispõe de um novíssimo equipamento social com as valências de lar de idosos, centro de dia, serviço de apoio domiciliário e creche Inserido num local aprazível, nas proximidades da praia fluvial do Faial, o edifício disponibiliza 73 lugares (30 no lar de idosos, 10 no serviço de apoio domiciliário e centro de dia e 33 na creche) que responderão às necessidades da população. A construção, disposta em quadrado, está organizada em quatro alas dispondo cada uma de corredor ou zona de circulação incorporado, que conduz aos vários compartimentos disponíveis. Na zona central aparece um espaço exterior, equipado com pavimento de segurança e fonte de água, destinado ao desenvolvimento de actividades pelas crianças da creche. A arquitectura bem definida e moderna do arquitecto Miguel Sampaio, nunca descura o objectivo prático de proporcionar a maior comodidade e conforto aos utilizadores das instalações. Com a construção deste equipamento social, a SÁ MACHADO & FILHOS, S.A. contribui para a melhoria da qualidade de vida das famílias e dos seus idosos e para o incentivo à natalidade, muitas vezes condicionada pela pressão de uma actividade profissional cada vez mais abrangente.
+ info
Portugal
Madalenas Palace
Empreendimento Madalenas Palace Condomínio fechado com piscina, aglomera 67 apartamentos T1, T2 e T3 de grande qualidade, totalmente equipados. Localizada numa imponente zona de falésia comum de resto na Região Autónoma da Madeira, as dificuldades técnicas assentam nos complicados acessos às zonas mais íngremes, assim como nos trabalhos em altura na zona junto à estrada de acesso ao centro da cidade. Mais uma empreitada fruto da parceria da Sá Machado com o Grupo Vasconcelos, desta feita na Freguesia de Santo António, no Funchal.
+ info
Angola
Condomínio ENSA
O condomínio fechado da Empresa Nacional de Seguros de Angola (ENSA), é constituído por 91 moradias servidas por diversos espaços destinados à prática de desporto e ao lazer, como praças, campos de jogos, piscinas, jardins e espaços verdes. A empreitada de acabamentos do Condomínio ENSA constou da aplicação de cerâmicos, execução de rebocos, realização de coberturas em telha cerâmica e aplicação de caixilharias de alumínio nas várias habitações. Os trabalhos decorreram conforme planeado, tendo sido cumpridos todos os prazos parcelares impostos pelo dono de obra. Os entraves à progressão dos trabalhos, decorrentes de erros construtivos na fase de estruturas e alvenaria, da responsabilidade do empreiteiro precedente, foram ultrapassados e todos os objectivos da obra foram amplamente atingidos. A obra de pequena dimensão, á partida, revelou-se uma empreitada ao nível das grandes obras desenvolvidas pela Sá Machado, tendo requerido a aplicação das melhores práticas de execução e técnicas de gestão de obra para o desenvolvimento das várias tarefas até à conclusão da empreitada.
+ info
Angola
Moradia VVDF
A obra situa-se em Talatona-Luanda, disfrutando de excelente localização numa zona de grande desenvolvimento. A moradia é composta por 300 m2 de área bruta compreendendo rés-do-chão, uma sala de estar e de jantar, uma cozinha, um escritório e uma casa de banho. O primeiro andar possui uma suite, dois quartos e uma casa de banho. Contígua à moradia, reserva-se uma área descoberta de 315,00m2 destinada a jardins.
+ info
Marrocos
Califórnia Golf Resort
Estendendo-se sobre uma vasta área arborizada e verdejante de mais de 130 hectares, O California Golf Resort, é um empreendimento residencial e turístico de luxo. Dotado de uma arquitectura faustosa e refinada, recorre aos materiais mais nobres para criar um quadro sumptuoso que emerge no coração de um vasto espaço natural onde as vistas de uma floresta luxuriante deslumbram e fascinam. Pensado e concebido por parceiros de prestígio, como Jean-Baptiste Barian (arquitecto, decorador de interiores e especialista em artesanato marroquino), assume-se como um projecto contemporâneo e sofisticado. - Resort residencial e turístico - 148moradias + 28 residências de r/c + 3 andares Perfazendo uma área de construção total estimada de 97.108 m2
+ info
Portugal
Escola Básica Integrada e Jardim de Infância do Alvito
Empreitada situada no núcleo urbano de Alvito, junto ao Pavilhão Desportivo, consistiu na edificação do centro escolar local. As instalações distribuem-se por 5 blocos que albergam o pré-escolar, o primeiro ciclo, o 2º e 3º ciclos e o núcleo central composto por dois edifícios. No edifício do núcleo central, mais próximo da entrada, localiza-se a portaria, o auditório para 160 pessoas e a secretaria. No outro edifício do núcleo central está instalada a cantina, bar e sala dos professores. Todos os edifícios são interligados por galerias cobertas, que permitem um percurso sem necessidade de atravessamento de zonas exteriores desabrigadas entre todos os edifícios da escola. Os espaços exteriores compreendem uma área de cerca de 4500 m2 incluindo zonas arborizados, caminhos, dois parques infantis, campo de jogo de 700m2, estacionamento automóvel de 1500m2 e estacionamento para autocarros de 500 m2. A empreitada decorreu nos prazos previstos, exigindo dos técnicos e trabalhadores um grande esforço, para responder com rigor e celeridade às questões que a complexidade inerente a este tipo de trabalhos sempre coloca. Esta obra confere ao concelho de Alvito um novo e moderno centro escolar que dá resposta às necessidades educativas actuais e futuras, proporcionando aos jovens alunos as melhores condições para a prática pedagógica e actividades complementares.
+ info
Marrocos
Residência Safia
Localizado na região de Doukkala-Abda, na província de Safi, a Residência Safia é um complexo residencial de carácter social composto por 16 edifícios em banda, com rés-do-chão e 3 pisos elevados, num total de 306 apartamentos que representam 23.950 m2 de área de construção coberta. No empreendimento incluem-se também um Centro de Saúde e uma Casa da Juventude. A 1ª fase de construção (306 apartamentos), de um total de 1400 apartamentos, ascende ao valor de 49.000.000 MAD e engloba todos os trabalhos em lote único designado “Chave na Mão”.
+ info
Portugal
Reservatório do Zebro
Reservatório do Zebro para adução de água potável às freguesias de Arronches e Campo Maior. A empreitada consistiu na construção do reservatório do Zebro, no assentamento de 1700 m de condutas enterradas e na reabilitação da Estação Elevatória de Santa Vitória. O reservatório do Zebro é composto por duas células cilíndricas em betão armado para armazenar 300.000 litros de água, câmara de manobras e estação elevatória com grupo electrobomba de 45kw de potência. Tem a dupla função de armazenar e bombear para o Reservatório de Santa Vitória que, por sua vez, descarrega para a estação elevatória 6 e abastece a freguesia de Arronches. A intervenção efectuada na Estação Elevatória de Santa Vitória incluiu a substituição do sistema de distribuição de água e a instalação de um novo sistema elevatório com central de gestão automática. É uma obra importante para a região pois garante o abastecimento de água potável a zonas onde este bem precioso é muito escasso, contribuindo para o aumento da qualidade de vida das populações.
+ info
Portugal
Edifício da Rua do Surdo
Esta obra consiste na reconstrução de um edifício degradado de três pisos no centro histórico de São Pedro, no Funchal. De forma a aumentar a área habitável, proceder-se-á ao aumento do prédio no tardoz e à alteração do último piso e cobertura. A intervenção prevê a preservação das fachadas em alvenaria resistente e a construção de uma estrutura porticada em betão armado para a realização dos pisos. A remodelação compreende ainda a execução de uma loja, dois escritórios e um apartamento. Neste processo, assume especial importância a demolição manual dos elementos divisórios pois, devido às características do edifício, todos eles assumem funcionalidade estrutural. Em termos sucintos, o método construtivo consiste na execução de paredes exteriores em blocos de betão (mantendo sempre que possível as paredes de alvenaria em pedra existentes) rebocadas e pintadas, paredes interiores estucadas, pintadas e/ou revestidas a material “porcelânico”. Os tectos são rebocados com acabamento a massa de estuque e pintados, existindo algumas soluções de tecto falso em gesso cartonado. Os pavimentos em betão armado são revestidos na generalidade a pavimento de soalho e cerâmicos nas cozinhas e sanitários. Os vãos exteriores são em alumínio e portas e guarda-fatos em madeira com acabamento em “Faia”. A cobertura é substituída por lajes de betão com as empenas revestidas em telha de aba canudo. A intervenção confere ao edifício todas as características de habitabilidade de um edifício novo mantendo a arquitectura exterior característica da zona histórica onde se localiza.
+ info
Portugal
Arranjos Exteriores do Parque da Cidade do Porto
A Empreitada de incluiu a aplicação do sistema de iluminação total dos campos desportivos existentes no Parque da Cidade do Porto, bem como os arranjos exteriores de caminhos e zonas verdes de enquadramento com as torres de iluminação e quadros eléctricos. Foram ainda executadas as fundações e infra-estruturas de drenagem de águas, abastecimento de água e eléctrico para a instalação de uma cafetaria amovível.
+ info
Portugal
Lar de Idosos dos Professores de Cascais
O edifício de 2771m2 de área de construção destina-se a albergar um lar de idosos com 27 quartos e capacidade para cerca de 41 utentes. O projecto da obra, assinada pelo Arquitecto Souto Moura, caracteriza-se essencialmente por um edifício dividido em três blocos interligados por um bloco em forma hexagonal, em planta, com pé direito duplo, em que cada um dos blocos cumpre uma funcionalidade específica: - Bloco A - dedicado exclusivamente à localização dos quartos; - Bloco B - destinado à localização da cozinha, salas de refeições, de convívio e actividades; - Bloco C - destinado aos escritórios da administração, salas de reuniões, englobando ainda a zona da lavandaria. Em termos construtivos é um edifício de estrutura tradicional em pórtico de betão armado com pilares e lajes maciças, paredes de fachada em bloco de betão com isolamento térmico e argamassa armada pelo exterior. Apresenta caixilharia exterior em alumínio à cor natural e rodapés, portas, aros e peitoris interiores em madeira lacada. As paredes divisórias são em tijolo com reboco estanhado e pintura. As zonas de água são também rebocadas, impermeabilizadas e revestidas a material cerâmico. Os pavimentos autonivelantes epoxi mostram diferentes qualidades e acabamentos, consoante o programa dos distintos espaços. Os espaços exteriores ajardinados e arborizados disponibilizam áreas apropriadas para descanso e garantem o imprescindível isolamento do edifício do ponto de vista acústico e paisagístico, assegurando completa tranquilidade aos utentes.
+ info
Angola
Supermercado Poupalá da Ganda
GCT - Unidade de Comércio de Retalho de Proximidade Localizada em Ganda-Benguela, a loja de comércio de retalho de proximidade é a primeira obra da SA MACHADO, na província de Benguela. O estabelecimento integra 750,00m2 de área comercial, destinando-se 64,00m2 a armazém, 135,00m2 de área de cais de descarga e 93,00m2 da zona dos geradores. Contíguo ao edifício, reserva-se uma área descoberta de 460,00m2 de espaço público ajardinado e estacionamento. A loja situa-se junto à via pública, no sentido Benguela-Huambo.
+ info
Angola
Supermercado de Ganda
Loja tipo A1 das unidades de comércio de retalho de proximidade do programa PRESILD. Trata-se de um edifício térreo em betão armado com 500 m2 de área de implantação sobre fundações directas e cobertura metálica com zonas de comércio (lojas) gabinetes, armazéns, câmaras frigoríficas e instalações sanitárias. A cobertura é composta por vigas metálicas de geometria variável, que vencem um vão máximo de 20m, afastadas 5 m e constituídas por perfis metálicos. Sobre estas apoiam as madres constituídas também por perfis metálicos afastados 1,5 m entre si. A solução para a laje do pavimento térreo combina uma camada de 0.15 m de espessura de massame armado com malha electrossoldada, seguida por uma camada de brita e outra de tout- venant.
+ info
Marrocos
Edifício Vision
Localizado na Baia de Tanger o edifício é composto por 3 caves, r/chão, mezzanine, 15 andares e um recuado, num total de 18 andares que representam 13.500 m2 de área de construção coberta. A 1ª fase de construção engloba os trabalhos de movimentos de terras, estrutura de betão armado e alvenarias.
+ info
Portugal
Guerra Junqueiro Residence
A empreitada traduz-se na construção de três blocos de apartamentos sobre dois pisos enterrados, destinados a estacionamento e equipamento (piscina interior, sala de condomínio, estações elevatórias), perfazendo um total de 21422 m2 de área construída, 41043 m3 de volume de construção e 4800 m2 de espaços verdes. A concepção estrutural dos edifícios assenta em elementos verticais esbeltos em betão armado e perfis metálicos com lajes pré-fabricadas do tipo “Minos”, sendo a de cobertura, plana, protegida com agregado rolado e as fachadas em sistema ventilado de pedra grampeada. No interior das fracções, destacam-se os finos acabamentos em mármore branco polar, soalho em Garapa, revestimentos de gesso e grandes vãos envidraçados, dispersos por compartimentos amplos. Nas varandas, a presença do “deck” em Cumaru e os painéis verticais de correr em madeira, contribuem para uma sensação única de comodidade e bem-estar. A tecnologia está patente no sistema de gestão técnica do apartamento no qual os estores, os sistemas de detecção de inundação, gás, intrusão e cctv são comandados por intermédio de ecrãs tácteis. Todo o empreendimento é dotado de colectores solares para garantia de “águas quentes sanitárias”, sistemas de emergência, detecção e combate a incêndio, ventiladores de admissão e exaustão. Por último, na zona exterior sobressai o “paddle” localizado no alçado posterior do Bloco B, inserido numa vasta área relvada cruzada por zonas de circulação caracterizadas pela marcação do saibro ocre e delimitadas pela classe das guias em aço corten.
+ info
Portugal
Quinta do Cedro
O Projecto desenvolve-se em três pisos escalonando o terreno de nascente para poente, e é estruturalmente constituída por paredes portantes e lajes de betão armado. O desenvolvimento vertical da habitação dá-se no sentido ascendente, cujo elemento central são as escadas interior e exterior que permitem a comunicação vertical entre os diferentes pisos e os diferentes socalcos até à cobertura. O piso à cota do arruamento de acesso é constituído por um hall de entrada de acesso à escada de tiro, uma garagem para duas viaturas e central técnica. No primeiro piso organiza-se a área social constituída por sala de estar e de refeições, cozinha, despensa, circulação, WC e lavandaria. No segundo piso, temos a área privada, constituída por quatro quartos, um dos quais com características de suite, destinados à família; sobre a sala de jantar e temos um sala aberta sobre a sala de estar, servida pela circulação dos quartos. A disposição adoptada tem por objectivo o usufruto da paisagem a nascente, bem como da luz natural e da pouca variabilidade térmica dos elementos enterrados.
+ info
Angola
Supermercado Alimenta Angola Viana
Obra de construção de um Supermercado tipo «CASH & CARRY» com cerca de 4.000 m² de área de implantação. A empreitada inclui um aterro de 10.000 m³, a execução de muros de vedação e sapatas em betão armado. Sobre o pavimento térreo em betão afagado, são executadas todas as paredes de fechamento - fachadas e divisórias de compartimentação. A cobertura assenta sobre estrutura metálica. Inclui-se ainda a pavimentação do parque de estacionamento e demais arranjos exteriores. Ao edificar o primeiro supermercado em Angola, a SÁ MACHADO assume desde cedo o mesmo mercado que a notabiliza em Portugal, aplicando toda a experiência acumulada ao longo dos anos neste tipo de construções.
+ info
Portugal
Escola Básica João Villaret
A empreitada que contempla a execução de 3 blocos escolares interligados com 2 blocos mais reduzidos, todos com 1 piso acima do solo. A empreitada inclui ainda a realização de um campo de jogos coberto, um balneário e um campo de jogos polidesportivo exterior. O edifício será executado num sistema porticado em betão armado, incluindo lajes de piso maciças. Estará dotada de todas as valências para o ensino básico, incluindo cozinha e refeitório, biblioteca, auditório, laboratórios e espaços oficinais, permitindo o leccionamento de todos os currículos escolares. A escola apresenta uma área de implantação próxima dos 21000m2, com 650m de perímetro, sendo que os blocos de aulas perfazem um total de 8.000m2 de construção.
+ info
Portugal
Quinta das Carreiras
O edifício tem como ideia base uma dinâmica caixa de betão subdividida em dois volumes laterais e um central mais baixo que os une. Encerrada e toda revestida do mesmo material exterior, betão branco, abre-se de forma estratégica em envidraçados pontuais e varandas que fazem a relação com o exterior e garantem a leitura como um todo. Do jogo de diferentes volumes obtemos uma enorme variedade de espaços, todos diferenciados e cada um deles caracterizado de forma única. A casa, de uma clara funcionalidade pretende adaptar-se aos novos modos de habitar permitindo aos seus espaços uma grande flexibilidade em termos de utilização.
+ info
Angola
Sede do Ministério da Economia de Angola
Adaptação e Remodelação da sede do Ministério da Economia do Governo da República de Angola. Os espaços interiores do edifício, com apenas um ano, necessitam de adaptação para melhor responder à exigência dos serviços do governo. As divisórias e tectos são executados em gesso cartonado com isolamento em lã de rocha, pintadas ou com aplicação de papel de parede. Esta solução conferirá ao espaço intervencionado as características de isolamento e conforto pretendidas. Intervenção faseada de modo a não perturbar o normal funcionamento do Ministério da Economia.
+ info
Portugal
Edifício da Separadora II
Situado junto ao Rio Cávado, na Vila de Prado, o empreendimento da Separadora é um conjunto habitacional de 7 blocos de apartamentos. O edifício é composto por cave para estacionamento, rés-do-chão, 3 pisos para habitação e sótão para arrumos individuais. Disponibiliza 52 apartamentos de tipologia T1, T2 e T3 com arrumos e lugares de garagem individuais, para além de 5 lojas licenciadas para comércio e estabelecimentos de restauração e bebidas. Caracteriza-se pela sua elevada qualidade de construção.
+ info
Portugal
Armazéns no Palheiro Ferreiro
O empreendimento dos armazéns a construir é composto por 11 armazéns, a localizar na envolvente ao Parque Empresarial da Cancela, na caminho do Palheiro Ferreiro. Os armazéns são compostos por áreas entre os 250m2 e 600m2, a desenvolver em 4 pisos. A estrutura é predominantemente ortogonal e composta por lajes, vigas, pilares e muros de suporte sustentados por fundações de apoio directo. Algumas das particularidades da obra desenvolvem-se na tarefa de movimento de terras com uma escavação e aterros com alturas de 15 metros, uma vez que a obra insere-se numa encosta característica da região.
+ info
Portugal
Museu de História Natural de Sintra
Empreitada de Beneficiação, Reabilitação e Musealização do Museu de História Natural de Sintra O projecto de execução das instalações expositivas do Museu de História Natural de Sintra tem o carácter multidisciplinar de que se reveste o projecto. A obra situa-se no centro Histórico de Sintra, numa das muitas e bonitas encostas que esta cidade nos pode oferecer.
+ info
Portugal
Atlântico Village
Esta empreitada, situa-se na Pedra do Ouro, 2km a sul de S. Pedro de Moel, marginando com a praia e também confrontando com o pinhal de Leiria. Trata-se de uma obra privada com fins turísticos para habitação colectiva multifamiliar com uma cércea reduzida, integrando-se sem grande impacto no espaço envolvente.
+ info
Portugal
Ampliação do Hospital de Vila Verde
A empreitada contempla a construção de um parque de estacionamento subterrâneo para albergar 180 lugares de veículos ligeiros e também a ampliação do Hospital, através da construção de um novo departamento destinado à mulher e à criança onde serão criadas especialidades ajustadas às necessidades da mulher, como a cirurgia vascular, dermatologia, cirurgia plástica com tratamento laser. A pensar nas crianças, serão criadas as especialidades de Cardiologia Pediátrica, Ortopedia Pediátrica e Pediatria. A ampliação das instalações abarcará ainda o reforço do departamento de Oftalmologia e o alargamento do bloco operatório.
+ info
Marrocos
Complexo Turistico Mixta Cabo Negro
Construção de um complexo turístico habitacional e balnear, constituído por 3 edifícios de cave, r/c e 3 andares, num total de 109 apartamentos. A arquitectura é do tipo rústica, sendo as fachadas rebocadas e pintadas a branco em 70% dos edifícios sendo o restante em pedra típica da região. Os 3 edifícios desenvolvem-se dentro de um condomínio fechado com uma piscina e uma zona de recreio de crianças, relvados e palmeiras. O complexo fica situado entre a Paria de Martil (100m) e o Golfe Royal de Cabo Negro (300m).
+ info
Portugal
Remodelação da Escola Secundária Dr. Manuel Fernandes
Obras de remodelação de Construção Civil e Instalação Eléctrica na Escola Secundária Dr. Manuel Fernandes - Abrantes A obra consistiu na intervenção nos espaços interiores da Escola Secundária Dr. Manuel Fernandes, sita em Abrantes, um edifício de meados do século passado, executado por uma comunidade eclesiástica e adquirido pelo Estado Português após a Revolução de Abril. A Empreitada caracteriza-se pelo espectro alargado de trabalhos de requalificação dos espaços interiores, dos quais se podem destacar a execução de uma nova cantina e refeitório, com a aquisição de novos equipamentos hoteleiros; a execução de novos espaços laboratoriais para ciências; a requalificação do bar; ampliação e requalificação do balneário de alunos, de todas as instalações sanitárias, pavilhão desportivo, anfiteatro, auditório com capacidade para 350 pessoas sentadas, zona administrativa, conselho executivo, todas as salas de aula e salas de trabalho. Toda a rede eléctrica, abastecimento de água e saneamento foram revistas e alteradas nos casos considerados necessários. Foram modificados/requalificados os pavimentos, pinturas, vãos interiores e exteriores, aplicado novo material escolar, nomeadamente bancadas laboratoriais permitindo dotar as instalações de todas as condições para um ensino de qualidade. Trata-se de uma obra complexa do ponto de vista da articulação dos trabalhos com a actividade escolar, uma vez que as aulas não foram em nenhuma circunstância interrompidas.
+ info
Portugal
Novo Edifício Casa Peixoto
Edifício de exposições de 6000m2 dedicado aos materiais de construção, incluindo restaurante e parque de estacionamento. A Sá Machado participa na sua construção, realizando os trabalhos referentes ás duas ultimas fases da empreitada.
+ info
Portugal
Biblioteca Municipal de Vieira do Minho
“O projecto do novo edifício foi concebido para responder às actuais exigências e solicitações dos utilizadores, pelo que o seu equipamento garantirá a prestação de um serviço inovador e eficiente. A Biblioteca será apetrechada com o mais moderno equipamento e mobiliário e os seus serviços estarão todos informatizados com recurso às novas tecnologias de informação e comunicação. Quanto ao projecto propriamente dito, contempla uma cave com garagem; zona de manutenção; área de depósito documental; zonas sanitárias; área técnica e armazém. No rés-do-chão fica a recepção; sala polivalente; secção infantil; zona do conto; secção de adultos; sala de reuniões; zonas sanitárias, elevador; sala do bibliotecário. Para a zona envolvente, os arranjos exteriores prevêem um espelho de água, um espaço ajardinado, área de aparcamentos e rampa de acesso para pessoas com mobilidade reduzida.“ Excerto da notícia de 11-01-2008 em www.cm-vminho.pt
+ info
Portugal
Parque Urbano Norte - Piscinas Olimpicas
O projecto com a designação “Parque Urbano Norte (Equipamentos Desportivos - Piscinas Cobertas - Estruturas e Redes Enterradas)“ tem como principal objectivo a execução de todos os trabalhos de estruturas, instalações hidráulicas e infra-estruturas eléctricas do complexo desportivo de piscinas (piscina de 50m, tanque de saltos, bancada para 800 pessoas e zona de hidroterapia) a realizar no Parque Urbano Norte, na cidade de Braga. Para execução do movimento de terras, procedeu-se à escavação do terreno em cerca de 12m de profundidade, sendo a cota de implantação 78m, face à cota do terreno de 90m. Foi necessário proceder à contenção de terras, sendo neste caso feita por paredes moldadas e por muros do tipo Berlim, dependendo do local e profundidade. Estruturalmente o edifício é constituído por fundações em estacas do tipo moldadas no terreno, com diâmetros a variar entre 400mm, 500mm e 600mm. Assim, temos uma estrutura em betão armado constituída por elementos resistentes com fundações indirectas, lintéis de fundação, pilares, paredes, vigas e lajes, a trabalhar em simultâneo com uma estrutura metálica em perfis laminados, principalmente na cobertura. Também se aplicaram em obra, elementos pré-fabricados em betão armado, sendo disso exemplo as vigas TT e os degraus pré-fabricados. Por fim, foram realizados os trabalhos para execução das diversas infra-estruturas como instalações hidráulicas e eléctricas.
+ info
Portugal
Instituto Superior Técnico - Tagus Park
Esta empreitada consistiu na construção do bloco E do edifício do Instituto Superior Técnico no Tagus Park. Obra de enorme importância para esta instituição do ensino superior, determinou a conclusão da 1ª fase deste complexo composto por 5 blocos. Relevamos aqui todo o trabalho de incorporação do novo bloco no edifício existente, materializando-se esse esforço numa unidade integrada de gestão absolutamente funcional. Em paralelo, foi assegurado o funcionamento da instituição IST na sua plenitude. Na sua globalidade, o edifício descreve um semi-circulo localizando-se o corredor central no eixo desta curva, ao nível do piso 0, ladeado por corpos de três pisos acima do solo. A cave do edifício destina-se a parqueamento automóvel, e os pisos 0, 1 e 2 destinam-se a salas de aula, gabinetes e laboratórios. Cobrindo todo o hall central e parte dos corpos dos 3 pisos elevados, surge uma cobertura geral translúcida para permitir a entrada de luz para os corredores. A parte central, limitada pelos dois corpos laterais, destina-se à circulação horizontal e a zonas ajardinadas, formando um embasamento ao nível do piso 0 do qual sobressaem as comunicações verticais - núcleo de elevadores e de escada - que fazem a ligação aos corpos laterais através de passadiços nos pisos superiores. Empreitada exigente e de execução complexa, reforça a capacidade da SÁ MACHADO E FILHOS, S.A. e enriquece o seu já vasto currículo no segmento da construção de edifícios do ensino superior.
+ info
Portugal
Escola Secundária de Albufeira
A construção da Escola Secundária de Albufeira inaugurou a presença da SÁ MACHADO & FILHOS, S.A. na região algarvia. Esta obra constituiu desde logo um desafio aliciante, visto tratar-se da primeira obra no Algarve e a primeira obra para a DREAlg. Além do cumprimento do prazo estipulado, foi necessário franquear a enorme distância à sede sem sobressaltos. A escola é composta por dois blocos de aulas (30 turmas, vários laboratórios e um anfiteatro), um bloco refeitório, um bloco de ligação, dois campos de jogos exteriores, ampla zona ajardinada e um pavilhão gimnodesportivo de 44 por 25m, com sala de ginástica e balneários. O denodo e competência dos seus profissionais possibilitaram à SÁ MACHADO & FILHOS, S.A. concluir a empreitada após o período de férias dos alunos, antecipando o prazo final de entrega do Bloco Escolar em 40 dias e do Pavilhão Desportivo em 15 dias. Deste modo, a SÁ MACHADO & FILHOS, S.A. alcançou os objectivos definidos e, em simultâneo, gravou a sua marca de qualidade no mercado algarvio.
+ info
Portugal
Piscinas Municipais de Alpendorada e Matos
O projecto para as Piscinas Municipais Cobertas de Alpendorada e Matos tem como base a construção de dois tanques com as mesmas dimensões dos existentes nas Piscinas Cobertas da cidade do Marco de Canaveses. A partir daqui, houve que proceder à criação da imagem a transmitir, imagem essa que fosse de alguma forma identificadora do equipamento, assumindo-se como uma referência na paisagem urbana de Alpendorada. O edifício projectado apresenta-se em dois volumes encaixados, quer entre si quer no pequeno pedaço de terreno de que dispõem. Volumetricamente teremos um volume maior, quer em área quer em altura, que corresponderá ao espaço das piscinas, ao qual se associa um volume mais baixo que corresponde aos serviços de apoio ao seu funcionamento. Tirando partido do enquadramento na paisagem e no enquadramento solar, produz-se um edifício exposto à paisagem, exposição garantida pela grande superfície envidraçada que corresponde à fachada voltada a Nascente e referente ao espaço das piscinas e ao espaço referente ao bar.
+ info
Portugal
Escola Básica de Vialonga
Esta empreitada, refere-se à execução do último bloco da escola de Vialonga (Bloco oficinal da escola básica 2,3 Vialonga). A empreitada, engloba a execução do bloco oficinal, e os arranjos exteriores das zonas circundantes.
+ info
Portugal
Ponte Sobre o Rio Homem
Via Intermunicipal Homem / Lima - Ponte sobre o Rio Homem Foi oficialmente aberta, no dia 23 de Setembro a Ponte de Pesqueira, infra-estrutura da Via Intermunicipal Homem-Lima, executada pelo consórcio SÁ MACHADO & FILHOS, S.A./ALBERTO COUTO ALVES S.A. Na cerimónia protocolar, que contou com a presença de uma comitiva mista dos Municípios de Vila Verde e Terras de Bouro, foi destacado o desenvolvimento que a novíssima via arrastará, combatendo a desertificação crescente desta área. A execução da ponte, que se estende por 130 metros sobre o clivoso vale do rio Homem, incluiu a construção das fundações nas duas margens, encontros, pilares e tabuleiro em betão pré-esforçado. O resultado final emerge como uma estrutura de grande esbelteza, assomando num local de grande beleza onde antes se acedia com enorme dificuldade. A conclusão desta via de comunicação, confirma a SÁ MACHADO & FILHOS, S.A. como empresa global na área da construção.
+ info
Portugal
Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
Numa obra repleta de particularidades construtivas, salientam-se as fachadas exteriores continuamente negras em oposição ao interior branco, estendendo-se esta dicotomia cromática a todos os pormenores, elementos e divisões do edifício. Realce também para os trabalhos de montagem das instalações para gabinetes e laboratórios, que dominaram, pela dimensão e natureza pouco habitual dos equipamentos, a fase final da empreitada. O elevado empenho, desempenho e competência técnica demonstrados pela SÁ MACHADO & FILHOS, S.A., permitiram executar, com superior qualidade, um projecto de complexidade elevada que exigiu a reformulação de aspectos construtivos específicos originando muitas vezes transformações e preparações elaboradas. O edifício da Faculdade de Farmácia assume-se como um marco importante no portefólio da SÁ MACHADO E FILHOS S.A., distinguindo a nossa Organização como uma empresa que demonstra capacidade inovadora, criando produtos de qualidade e continuamente adaptada às actualizações do mercado.
+ info
Portugal
Reabilitação da Residência Universitária de Santa Tecla
Reabilitação das Residências Universitárias de Santa tecla (Blocos A, B e C) da Universidade do Minho em Braga A execução da empreitada “Reabilitação das Residências Universitárias de Santa Tecla” contempla o restauro e a remodelação exterior e interior do complexo dos três blocos das Residências Universitárias, tendo como principal objectivo o melhoramento da qualidade da infra-estrutura, criando melhores condições de conforto e de funcionalidade para os residentes Universitários. As principais alterações exteriores passam pela reabilitação do revestimento das fachadas, que inclui a tomação de juntas de todas as fachadas e a renovação do revestimento de pinturas. Também se prevê a substituição de todos os vãos exteriores por novas caixilharias de alumínio com sistema de Batente com Ruptura de Ponte Térmica, incluindo também a colocação de vidros duplos. Ao nível das coberturas do edifício, e com o objectivo de eliminar as perdas térmicas prevê-se a colocação de painéis “sandwich”, substituindo os painéis de fibrocimento existentes. Paralelamente está também prevista a substituição das telas de impermeabilização existentes, incluindo também a colocação de godo lavado para protecção mecânica das mesmas. Os trabalhos propostos pelo projecto de arquitectura preconizam que ao nível de remodelação interior serão construídos novos compartimentos, com a criação de salas de estudos em todos os pisos. Nos quartos, de modo a diminuir os consumos energéticos, está também prevista a colocação de termoacumuladores. Em termos de revestimentos, além da substituição dos revestimentos cerâmicos e da renovação de todas as pinturas, prevê-se também a substituição de todo o revestimento em vinilico dos pavimentos de todos os pisos. Os dois pisos da cantina do complexo das residências serão completamente remodelados, quer em termos de compartimentação de espaços, procurando garantir uma maior organização funcional com a criação de novas áreas de trabalho, indo ao encontro das novas exigências regulamentares. Relativamente a infra-estruturas, inclui-se também a remodelação da rede de abastecimento de água e drenagem de águas residuais e a aposta nas energias renováveis, com a instalação de um sistema de poupança de energia através de painéis solares, para aquecimento das águas sanitárias. As instalações eléctricas das residências serão alvo de uma profunda alteração quer ao nível das alimentações, quer dos equipamentos tendo como objectivo garantir a qualidade no ambiente, conseguido através da definição da cor das lâmpadas e eficiência energética na escolha das lâmpadas. Foi também igualmente assegurada iluminação de emergência em todos os quartos.
+ info
Portugal
Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias
Encontra-se em funcionamento, desde o início do ano lectivo 2008/2009, o novo edifício da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do Instituto Politécnico de Castelo Branco. O Bloco da Saúde faz parte do Campus da Talagueira e é a primeira estrutura daquele complexo a ser finalizada. O novo edifício tem capacidade para cerca de 700 alunos e está dotado de salas de aulas, auditórios, tanques de fisioterapia, ginásio, laboratórios e diversos gabinetes. O projecto de concepção, da autoria do Arquitecto Filipe Oliveira Dias, revelou-se uma obra de grande exigência, obrigando a um rigoroso planeamento e gestão dos métodos construtivos devido às particularidades da estrutura e da solução arquitectónica apresentada. Edifício em forma de “H” deitado, é formado por dois blocos de desenvolvimento longitudinal de 120 por 15 m2 unidos por um corredor/átrio de circulação, localizado próximo de um dos topos. O bloco de entrada compõe-se de dois pisos: o piso -1 vazado, e o piso 0 destinado a salas de aula. O outro bloco de três pisos destina-se a instalações especiais de apoio ao ensino das ciências da saúde: piscina terapêutica, laboratórios, anfiteatro e ginásio. A SÁ MACHADO & FILHOS, S.A., com a sua elevada competência técnica, contribuiu para a melhoria das condições pedagógicas desta comunidade educativa, acrescentando uma nova dinâmica ao desenvolvimento da região.
+ info
Portugal
Subestação Eléctrica de Frades
A Empreitada refere-se aos trabalhos de construção civil inerentes à instalação inicial da Subestação de Frades, a construir em Vieira do Minho. Pode destacar-se as escavações e aterros para a construção da plantaforma da Subestação e do caminho de acesso, execução de estruturas enterradas para fundação de equipamentos eléctricos, construção de edifícios técnicos e vedação periférica, como os trabalhos mais significativos.
+ info
Portugal
Escola Básica de Albergaria a Velha
Construção Civil, Instalação Eléctrica Interior, Campo de Jogos, Arranjos e Redes Exteriores, Aquecimento Central e Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Básica do 1º e 2º Ciclo de 18 Turmas de Albergaria-a-Velha, freguesia e concelho de Albergaria-a-Velha, Distrito de Aveiro. Esta empreitada caracteriza-se pela sua dimensão, e área de implantação, sendo composta por dois bloco de aulas, um bloco administrativo, um bloco refeitório, um pavilhão desportivo, um campo de jogos exterior, e um balneário de serviço ao campo de jogos exterior. Caracterizados pela cobertura em telha cerâmica e pela presença de destacados elementos em granito, estes blocos assumem especial destaque na área em que integram. Destaca-se ainda a área verde que integra o recinto escolar, associado à enorme área pavimentada que permitirá dar aos alunos espaços de lazer suficientes e apropriados, e integra-los numa área de espaços verdes.
+ info
Portugal
Pavilhão Multiusos de Arraiolos
PAVILHÃO DE ACTIVIDADES ECONÓMICAS DE ARRAIOLOS O conjunto edificado é constituído por dois corpos que funcionam em complementaridade, o Edifício I (edifício de apoio ao Pavilhão) e o Edifício II (Pavilhão). - EDIFÍCIO I - No Edifício I, a Poente, prevêem-se os seguintes espaços: Piso 1 (Piso Térreo) - Zona de circulação, que estabelece a ligação ao nível do piso térreo entre o Edifício I (edifício de apoio) e o Edifício II (Pavilhão); - Átrios de acesso às zonas de cozinha/refeitório e instalações sanitárias; - Cozinha, onde se prevê a confecção de 40 refeições simultâneas; - Espaços anexos à cozinha tais como: entrada de serviço, despensa e frigoríficos, I.S. de apoio; - Zona das I.S. dos utentes que contemplará: I.S. de Homens, I.S. de Mulheres, I.S. de pessoas com mobilidade condicionada, equipadas na perspectiva da capacidade de utilização simultânea do espaço de feira e exposições por 700 visitantes; - Zonas das I.S./Balneários do pessoal de serviço ao pavilhão. Piso 2 - Zona de circulação, que estabelece a ligação ao nível do piso 2 entre o Edifício I (edifício de apoio) e o Edifício II (Pavilhão). É uma área onde se poderão vir a instalar balcões de informação e “quiosques” de apoio às actividades que se venham a desenvolver no Piso 2 do Pavilhão (zona de exposições). - Zona das escadas de acesso ao piso 1 do edifício de apoio, desenvolvendo-se no patamar de circulação adjacente o acesso à zona de arrumos do Pavilhão. - Zona de arrumos do pavilhão. Nesta zona está previsto um alçapão de acesso à cobertura (manutenção), que será servido por uma escada rebatível. - Duas salas de apoio às actividades do Pavilhão, que poderão funcionar como um único espaço. - Edifício II - O Edifício II a Nascente é destinado essencialmente às mostras das actividades económicas de Arraiolos. Prevê-se contudo que o pavilhão possa vir a ser utilizado em alternativa ao longo do ano por outro tipo de actividades tais como acontecimentos culturais, festas, convívios, reuniões, encontros, etc. Piso 1 (Piso Térreo) Neste piso prevêem-se 3 grandes áreas destinadas a: Gastronomia, Artesanato e Tapetes. O número de stands pode variar em função da sua distribuição no espaço e em função da opção da dimensão dos corredores de circulação e do aproveitamento do espaço entre o pavilhão e o edifício de apoio como acesso aos mesmos. Piso 2 O Piso 2 ocupa só a parte Sul do Pavilhão. Constitui um espaço de exposição e outros eventos complementares das actividades que se venham a efectuar no piso 1.
+ info
Portugal
Núcleo Museológico “O Mundo Rural“
Centro Interpretativo do Mundo Rural na Vila de Vimieiro, concelho de Arraiolos. A empreitada compreende a adaptação de um edifício ancestral em alvenaria de pedra, transformando-o numa área de exposição permanente. Simultaneamente procede-se à ampliação da espaço, através da construção de um edifício adjacente, destinado a albergar novos recursos como auditório, biblioteca, mediateca, bar, restaurante e loja. Os trabalhos estruturais de remodelação incluem a consolidação de paredes e fundações e reconstrução do vigamento do telhado. A ampliação é realizada no sistema de construção tradicional com estrutura de betão armado e divisórias de alvenaria. Os trabalhos de construção incluem os revestimentos em argamassa de cimento, os tectos falsos em gesso cartonado, pinturas, caixilharias metálicas e vidros, instalações de águas e esgotos, eléctricas, telefónicas, de segurança contra incêndios e aquecimento ventilação e ar condicionado, isolamentos e impermeabilizações. A intervenção tem como base o edifício do lagar de produção de azeite, de onde resultará um moderno edifício que se constituirá como um núcleo museológico de apoio à cultura. O objectivo principal do museu é preservar a memória colectiva da região baseada na actividade agrícola, sem perder de vista o necessário contributo para o desenvolvimento e valorização da região, mormente através da captação de turistas.
+ info
Portugal
Loteamento Social na Malhadoura
A Empreitada consiste na construção de 31 moradias unifamiliares em banda e respectivo loteamento, com novos arruamentos, espaços públicos e modernização das vias existentes. Empreitada em consórcio com a ACA - Alberto Couto Alves S.A. Trata-se de um projecto do gabinete EPUR, que concebeu habitações com tipologia tipo T3 distribuídas por r/c e dois andares com níveis intermédios. A imagem exterior é composta com panos de tijolo maciço, panos pintados a cinza e partes em caixilharia a cinza escuro.
+ info
Portugal
Ampliação do Pavilhão Desportivo da Universidade do Minho
A ampliação do Pavilhão e a construção de uma sala de musculação e de um Centro Médico surgem como desenvolvimento natural do complexo existente próximo do Pavilhão Desportivo do Campus de Gualtar. O projecto refere-se às estruturas do Corpo 1 – sala de musculação e centro médico, Corpo 2 – Ampliação do pavilhão desportivo, Corpo 3 – Galeria Norte e Corpo 4 – Galeria Sul, bem como dos Arranjos Exteriores. As estruturas são realizadas em betão armado, excepto a do Corpo 2 que é essencialmente metálica. O corpo 5 – Balneários, existente, sofre apenas beneficiações pelo interior. O edifício da Sala de Musculação e do Centro Médico desenvolve-se em dois pisos, sendo o inferior semi-enterrado. Este, à cota de tosco 202.45 alberga vestíbulo / sala de espera, secretaria, quatro gabinetes médicos, gabinete de enfermagem, gabinete polovalente, gabinete de higiene e segurança no trabalho, sala de reuniões, instalações sanitárias para utentes e deficientes. As circulações são amplas. O piso superior, à cota de tosco 206.13, constitui uma única sala de musculação, com entrada pelo lado norte do Corpo 1, e acesso directo do actual Pavilhão desportivo, através da galeria Sul. A cobertura é plana. O pavilhão desportivo novo constitui um edifício independente, Corpo 2, de estrutura essencialmente metálica, também ligeiramente enterrado, e construído aproveitando e tendo por limite o actual muro de suporte. Tem planta rectangular, com cerca de 37.20x15.80 e 11.10m de altura. No topo norte dispõe de bancada com setenta lugares sentados em cadeiras fixas e no sul de um entrepiso destinado a gabinetes para professores. O acesso pode realizar-se pelo topo Norte, quer directamente do exterior, quer através da galeria Norte – Corpo 3, quer pelo lado Oeste, para o pavilhão ou para as arrecadações e gabinetes dos professores, a um nível inferior. A galeria Norte é um corredor coberto que estabelece a ligação entre o Pavilhão desportivo existente e o novo Corpo 2. A galeria sul é paralela à anterior e define a ligação entre o Pavilhão Desportio existente e o Corpo 1, ao nível da musculação. O corpo 5, Balneários a remodelar apenas pelo interior, disporá de balneários e sanitários, para além de vestiários e arrumos. Os arranjos exteriores incluem novos muros de suporte, escadas exteriores e rampas de pequena inclinação para acesso de pessoas com mobilidade condicionada, um passadiço sobre o espelho de água e sobre o lago existentes.
+ info
Portugal
Escola de Sarrazola
A obra da Escola de Sarrazola, em Colares, envolveu a construção de um bloco de aulas com dois pisos (25 turmas e vários laboratórios) um bloco refeitório, um bloco de ligação, dois campos de jogos exteriores, ampla zona ajardinada e um pavilhão gimnodesportivo de 30.0 por 16.0 metros, com sala de ginástica e balneários. A área total de construída é de sensivelmente 3470.0 m2 e a área da zona de lazer e arranjos exteriores é de 14000.0 m2.
+ info
Portugal
Supermercado Plus Discount - Viseu
Obra de elevado grau de dificuldade. Contenções de terras, prazo de obra muito reduzido, condições de de terreno difíceis, elevaram a níveis complicados a execução da empreitada. Trata-se de um edificio relativamente pequeno para loja de distribuição, com armazém, zona de frio, cais de descarga e espaço exterior para estacionamento. O nossos trabalhos incluíram também o reordenamento da rede viária limítrofe, com a inclusão de um rotunda, de forma a facilitar o acesso dos clientes á loja. Estrutura tradicional de betão armado, vigas de cobertura em pré fabricados de betão, acabamentos de paredes interiores e exteriores e chãos pétreos, compõem os elementos base desta obra!
+ info
Portugal
Stand e oficina automóvel - Maia Centro
Obra de remodelação e ampliação de um stand de automóveis, que teve a sua grande complexidade de execução no que diz respeito ao facto de a intervenção ter de ser efectuada com o mesmo em funcionamento. Fora um intervenção extremamente rápida , cuja a qualidade final da empreitada não ficou beliscada! Reabilitação da estrutura existente e respectivos acabamentos, novo espaço em estrutura metálica e instalações especiais, foram os trabalhos executados.
+ info
Portugal
Escola EB1 da Torrinha
Beneficiação geral da Escola Básica EB1 da Torrinha
+ info
Portugal
Loja Miss Sixty
Remodelação de espaços interiores para instalação de loja da marca Miss Sixty localizada nas Galerias Saldanha Residence. Os trabalhos integram a totalidade dos acabamentos interiores, nomeadamente: instalação eléctrica, compartimentação, revestimentos, equipamento fixo e mobiliário. De destacar o rigor e elevado nível dos acabamentos e a aplicação dos mais exigentes materiais de revestimento, dos quais se destacam o aço inox, a madeira, o tecido aveludado, o papel de parede e as pinturas. Obra realizada em contra-relógio, sob forte influência de elevados requisitos de qualidade de acabamento, resultou num espaço comercial de excelência pelo brilhante envolvimento e articulação de toda equipa mobilizada para a sua execução.
+ info
Portugal
Ampliação da Escola Básica de Cedões
+ info
Portugal
Ampliação da Escola Básica do Covelo
Na fase de concepção da estrutura do edifício procurou-se, respeitando o conceito de base arquitectónico, transmitir as acções verticais ou gravíticas, resultado das acções permanentes e sobrecargas previstas, assim como as acções horizontais, resultantes quer da actuação do vento ou sismo da forma mais eficaz possível. Na zona a Sul, a intervenção consiste na demolição do corpo central e na construção de um edifício, que consta somente de R/C (Piso 0) destinado a cozinha, refeitório e sala de educação física, com uma área de implantação de aproximadamente 295 m². Na zona a Poente, a intervenção consiste na demolição da cobertura existente dos balneários (com a manutenção das paredes e muros adjacentes) e posterior construção de um edifício constituído por R/C (Piso 0) destinado a instalações sanitárias, e Piso 1, destinado a sala de professors, com uma área de implantação de aproximadamente 45 m².
+ info
Portugal
Conservação da Escola Secundária de Albergaria-a-Velha
+ info
Portugal
Requalificação da Escola Diogo Bernardes
+ info
Portugal
Rede viária de acesso ao edifício das ciências da educação
.
+ info
Portugal
Requalificação da Escola Secundaria de Ponte da Barca
+ info
Portugal
Museu do Moinho do Papel
A intervenção do moinho de papel consistiu na recuperação do edifício existente, na construção de um corpo novo, onde ficará a recepção, e no tratamento e requalificação dos espaços exteriores adjacentes. O edifício existente foi dividido em três sectores: fabrico de papel, a sala de maior dimensão; moagem de cereais, que adquire funcionamento autónomo, destinando-se à observação dos engenhos; e cafetaria - esplanada, que é instalada na antiga cozinha e onde é implementada uma esplanada sobre o rio. No exterior, a intervenção incluiu reconversão do passeio e a criação de um parque de estacionamento a sul e nascente do edifício.
+ info
Portugal
Conservação da Escola Secundária Carolina Michaelis
+ info
Portugal
Instalações da DREN no Porto
Instalação de Serviços de Informática, Assessoria e Braille A empreitada compreende trabalhos de remodelação de interiores, instalações sanitárias, redes de águas, saneamento e rede de incêndio, substituição de pavimentos, pintura interior das superfícies tratadas.
+ info
Portugal
Complexo Habitacional das Covas
Complexo Habitacional das Covas 2ª Fase - Madeira O Complexo Habitacional das Covas, no Faial – Concelho de Santana, promovido pela Aldeiasilha S.A, com participação do Instituto de Habitação, surge no contexto da necessidade de promover a habitação de qualidade a custos controlados nas zonas mais remotas e de mais difícil desenvolvimento económico na Região Autónoma da Madeira. Iniciada em Agosto de 2006, a empreitada compreende a Construção dos 24 Fogos, cumprindo exigências rigorosas de qualidade de construção, e de promoção de conforto e qualidade de vida, num local de rara beleza natural.
+ info
Portugal
Laboratórios do Edifício das Ciências da Educação
Adaptação dos espaços de comportamento Ambiental, Laboratório de Ensino e Sala de Servidores, no Edifício das Ciências da Educação da U.M. em Braga.
+ info
Portugal
Moradia Unifamiliar - Redondo
+ info
Portugal
Edifício Administrativo e de Serviços - Programa Polis
+ info
Portugal
Casa das Artes e Ofícios
A área definida para a implantação integra-se num quarteirão do centro urbano desta Vila, para o qual o Plano de Ordenamento referido prevê a sua transformação para jardim urbano. Este facto, fundamental para a requalificação urbana e ambiental desta zona de Mogadouro, é assim a garantia para a qualificação, enquadramento e funcionalidade dos equipamentos já existentes e propostos nos quais se inclui o presente. Assim sendo, da leitura do Plano, verifica-se que a área de implantação destinada para este edifício, irá participar deste futuro “Parque” quer pela sua localização estratégica no sistema de mobilidades pedonais quer no enquadramento nos diferentes elementos de desenho e composição de espaço público. Deste modo o principal objectivo na concepção deste equipamento, foi a criação de um edifício leve e transparente que se integrasse e se inter-relacionasse com as áreas verdes envolventes. Isto é, por um lado potenciar a transição do exterior para o interior através de uma composição volumétrica que marcasse o espaço de entrada, e por outro, permitir para o utente no interior a presença constante do verde exterior envolvente ao edificio. Esta concepção formalizou-se assim em dois volumes: • Um primeiro, ao nível do rés-do-chão de 745m2 e encostado ao terreno existente, onde se organizam os serviços administrativos, ateliers, uma sala de exposição aberta, bar com esplanada e o átrio de entrada. • Um segundo de 535.6m2, destacado do terreno e permeável visualmente, onde se localizam os programas expositivos mais nobres, a sala polivalente e os respectivos ateliers. A marcação exterior da entrada principal, é definida por um espaço aberto – Praça - caracterizado por um elemento vertical metálico no centro geométrico formado pelos dois volumes, que suportará em parte o corpo superior. Procurou-se ainda a continuidade espacial e formal entre pisos através das áreas de distribuição e exposição, que se iniciam no res-do-chão, junto à entrada principal, e se prolongam verticlamente de uma forma não encerrada até ao piso superior. No volume superior, de estrutura assumidamente metálica, as fachada predominantemente de painéis de vidro são revestidas pelo exterior por lâminas horizontais de madeira que permitem o controle da luminosidade. No seu interior, organizado em openspace, são localizados modularmente painéis amovíveis que definem e/ou ermetizam espaços, garantindo a flexibilidade necessária. No volume inferior, de construção tradicional de betão armado e blocos de granito, inserem-se dois grandes planos de vidro, quer para a entrada principal quer para os ateliers, possibilitando uma melhor relação do interior com o exterior, como já foi anteriormente referenciado.
+ info
Portugal
Gamobar Gondomar - Stand e Oficina Automóvel
A empreitada "Gamobar Gondomar" refere-se à construção de um stand e oficina de automóveis dum concessionário oficial Peugeot. Os trabalhos consistem na demolição parcial de um edifício fabril existente, mantendo e reabilitando a fachada posterior e construção de um novo edifício comercial. O edifício é constituído por uma estrutura metálica e revestimento em painel sandwich, incluindo todas divisórias e revestimentos interiores, assim como as instalações hidráulicas, eléctricas, ventilação e climatização.
+ info
Portugal
Reabilitação da Casa de Nogueiró
A presente empreitada consistiu na reabilitação do Edifício da Província Portuguesa da Congregação de S. José de Cluny, incluindo a beneficiação da Capela e intervenção sobre a garagem. Dos trabalhos realizados, pode-se salientar a demolição de vários elementos interiores, o que implicou o escoramento de paredes de alvenaria de pedra e protecção da Capela. Executaram-se paredes de contenção; paredes de alvenaria interiores e exteriores com respectivos revestimentos; tectos falsos; tectos rebocados; impermeabilizações e isolamentos em pavimentos, paredes e cobertura; pavimentos em betonilha e revestidos a cerâmico ou a vinil; pintura de paredes, tectos, madeiras e metais; funilarias; rede de abastecimento de água; rede de drenagem de águas pluviais; instalações eléctricas; rede de incêndios; abastecimento de gás natural e climatização que incluiu a colocação de pisos radiantes. Foram ainda levados a cabo trabalhos de carpintaria, nomeadamente no que concerne ao fornecimento e aplicação de soalho, portas e armários, bem como de serralharia, onde se incluiu a colocação de portas corta-fogo. As caixilharias aplicadas são em alumínio termolacado. Para as cantarias foram utilizados mármores e granitos. O edifício foi ainda dotado de um elevador. Relativamente aos arranjos exteriores, procedeu-se à construção de um muro, aplicação de calçada e ao ajardinamento.
+ info
Portugal
Escola Básica Integrada de Pardilhó
Esta empreitada consistiu na ampliação da escola básica existente através da dotação de equipamentos e espaços adequados às premissas educativas actuais. O novo bloco nasceu na zona onde anteriormente se localizava o campo de jogos, sendo este espaço transferido para outro local, localizado junto aos restantes blocos do complexo de ensino (adjacentes à escola básica). O edifício destina-se a zonas administrativas e a salas de informática e de ciências. Realce ainda para o auditório com capacidade para 53 pessoas sentadas, incluindo dois espaços para cadeiras de rodas. As áreas exteriores foram requalificadas através de aplicação de pavimentos betuminosos, conseguindo-se uma harmonização entre o bloco existente, o bloco novo e o restante complexo. Na escola existente foi remodelada toda a cobertura através de painéis em chapa com isolamento, em substituição dos painéis em fibrocimento, assim como os revestimentos exteriores que se encontravam em elevado estado de degradação. As redes exteriores foram todas remodeladas e foi criada uma nova rede de iluminação exterior.
+ info
Portugal
Conjunto Habitacional do Pachancho I
Localizado numa zona nobre da cidade de Braga, numa área destinada a habitação de luxo, o Conjunto Habitacional do Pachancho destaca-se pelo pelos materiais, acabamentos, sistemas electromecânicos de topo e novas tecnologias adoptadas, compreendendo domótica, controlo de acessos e sistemas de ar condicionado. O complexo compreende uma área de aparcamento, ao nível da cave, três estabelecimentos comerciais, ao nível do rés-do-chão e 28 apartamentos das tipologias T2, T3 e T4, nos seis pisos superiores. A qualidade da construção associada à reacção positiva recebida por parte dos cientes salienta a capacidade da Sá Machado de adaptar o uso de novas tecnologias às suas empreitadas, suportada na sua longa experiência.
+ info
Portugal
Remodelação da Casa de Nogueiró
Remodelação do Edifício da Província Portuguesa da Congregação de S.José de Cluny - Ala Norte A intervenção concretizada diz respeito, no essencial, à remodelação do espaço interior do edifício existente, mantendo-se as paredes exteriores em alvenarias e a globalidade dos vãos. Foi feita a demolição das paredes interiores, cobertura e dois pisos existentes, sendo estes substituídos por lajes aligeiradas constituídas por vigotas e blocos de cofragem. As lajes foram apoiadas, não só na estrutura resistente realizada (paredes, pórticos em betão e vigas metálicas), como também nas paredes existentes. Nesta intervenção não se realizaram inicialmente trabalhos na capela existente pelo que os trabalhos na zona envolvente foram de particular cuidado, permitindo o acesso em segurança aos utentes. Na última fase da obra foram executados os arranjos exteriores e a remodelação dos revestimentos e reorganização da iluminação da capela.
+ info
Portugal
Residência Universitária de Coimbra
Contenção Periférica da Residência de Estudantes da Universidade de Coimbra Preparação de plantaforma de arranque com contenção periférica por meio de muro do tipo “Berlim“.
+ info
Portugal
Farmácia da Misericórdia de Braga
A intervenção visou reabilitar e modernizar um espaço de grande valor arquitectónico, criando melhores condições de trabalho aos funcionários, resultando em espaço dinâmico e agradável aos utentes. Sem nunca fechar ao público, todos os trabalhos foram efectuados exclusivamente no interior, divididos em duas fases. Nestes trabalhos estão salvaguardadas quaisquer alterações estruturais e de infra-estruturas, permanecendo incólume o valor arquitectónico e histórico do edifício.
+ info
Portugal
Parque Público do Mercado Municipal de Mogadouro
A obra dota o espaço existente entre a zona do antigo campo de futebol e mercado municipal, de um parque de lazer e estadia para os Mogadourenses. Efectuou-se uma profunda intervenção de modelação do terreno onde se desenvolvem vários percursos pedonais a partir da alameda existente, com o objectivo de conferir ao utilizador uma noção de maior amplitude do espaço visual. O modelado do terreno apresenta três fortes intervenções, sendo estas: - Absorção física e visual do actual mercado municipal, - Criação de uma cornucópia com forte pontuação, - Modelação de um anfiteatro natural. É com base nestas marcantes intervenções na modelação física do local, que todas as actividades se desenrolam. Denota-se a sucessiva possibilidade de descoberta de novos percursos, que se desenvolvem ora através do modelo do terreno, ora por entre maciços de espécies arbustivas estrategicamente colocadas, que conferem ao utilizador sensações de novas vistas, novos elementos, novos aromas e cor. O edifício da biblioteca constitui um elemento arquitectónico muito forte e marcante face à área de intervenção, tendo-se adaptado ao terreno mediante a construção de uma cascata de água estrategicamente localizada. A cascata foi executada em lajes de xisto avermelhado em contradição com o fluxo normal das águas, permite que o circuito hidráulico seja um enorme turbilhão de água e som. Para efectuar a transição entre este elemento de água e o anfiteatro natural, devido à diferença de cotas existentes, dotou-se o percurso de muros de suporte e outros meramente de enquadramento espacial. A praça da biblioteca tem um pavimento em quadrícula de malha larga onde o sienito domina e o xisto é o pavimento definidor da quadrícula e o mármore reforça e dirige a atenção para a entrada da biblioteca. Foi aplicado um conjunto de elementos de mobiliário urbano de iluminação, bancos de repouso, papeleiras, entre outros elementos de linha arquitectónica. A obra permitiu “brincar” com a modelação do terreno resultando num local aprazível para todos.
+ info
Portugal
Complexo Desportivo Balnear da Escola Salesiana de Artes e Ofícios
Localizado a Norte do Pavilhão Desportivo existente, o projecto visa a melhor integração com a envolvente, tendo em conta as características da topografia local. A volumetria que decorre de um pavilhão desta natureza é diluída através de grandes envidraçados e das formas e tipo de estrutura adoptados, bem como do tratamento cromático adequado. O complexo é composto por uma estrutura administrativa, composta por: gabinete de recepção - secretaria, escritório, gabinetes de direcção e controles desportivos de competição e loja de material desportivo. A estrutura técnica propriamente dita contem a piscina semi - olímpica 25.00m com oito pistas, zona de aquecimento para competições, piscina de aprendizagem de 18.00m, balneários , balneários para deficientes motores e para professores, arrecadações para material desportivo, enfermaria, sala de musculação e ginástica aeróbica, bancada para 180 pessoas sentadas, bar, instalações sanitárias para publico, bancada VIP, instalações para imprensa, salas polivalentes (auditórios, salas de aula, musculação, etc.), zonas técnicas, elevador (acesso para deficientes) e estacionamento.
+ info
Portugal
Grande Campo e Pista de Atletismo de Mogadouro
O projecto do Estádio Municipal de Mogadouro aprovado em Agosto de 1996 pelo INDESP foi elaborado de acordo com o enquadramento regulamentar vigente em tal data, nomeadamente o “Regulamento das Condições Técnicas e de Segurança dos Recintos de Espectáculos e Divertimentos Públicos” definido nos termos do decreto - regulamentar n.º 34/95. A capacidade total do Estádio definida pela autarquia – 2500 espectadores no conjunto das duas fases, sendo que a 1ª fase se destina a 1500 espectadores – partiu da avaliação das necessidades do concelho de Mogadouro, tendo em consideração que o número total de habitantes do mesmo não excede 14500 pessoas, das quais 4500 vivem na Vila de Mogadouro. Conforme referido na Memória Descritiva do projecto de 1996 “a capacidade proposta para o Estádio Municipal de Mogadouro foi ponderada em função da afluência prevista, dado o número de habitantes da Vila e do Concelho, e em função das limitações orçamentais que sempre condicionam os investimentos públicos. Estabeleceu-se que a lotação das bancadas seria de 1500 espectadores, salvaguardando-se contudo a possibilidade de futuramente se proceder a uma ampliação das mesmas para 2500 espectadores, pelo que se deixou uma área de reserva em talude, por forma a que tal expansão se possa proceder sem intervir no edifício construído na primeira fase.” “O projecto agora apresentado destina-se contudo ao licenciamento e construção apenas da 1ª fase do Estádio, determinada pela capacidade de 1500 pessoas. No entanto o projecto desta 1ª fase contempla aspectos que consideramos relevantes para facilitar a futura ampliação do Estádio: a consideração da eventualidade dessa ampliação determinou que o dimensionamento das vias de evacuação, da largura das circulações e das saídas, observasse desde já os totais de afluência após a ampliação ou seja, tomando como referência 2500 espectadores, por forma a evitarem-se obras posteriores significativas de correcção das saídas e das vias de evacuação.” A organização geral do Estádio de Mogadouro compreende duas partes principais: um corpo de bancadas ao ar livre para público, debaixo do qual se reuniram todas as instalações de apoio aos campos, e um campo de jogos geral para futebol de 11, em torno do qual se criou uma pista de atletismo assim como os sectores para salto em altura, salto à vara e salto em comprimento. Os sectores destinados no projecto inicial ao lançamento do peso, do disco, do martelo e do dardo, foram retirados do recinto do campo de jogo, pelo facto de o revestimento em relva artificial agora proposto para o mesmo ser incompatível com tais modalidades. A Câmara Municipal de Mogadouro pondera a possibilidade de no futuro instalar tais modalidades num espaço situado no interior do Parque ocupado pelo circuito de manutenção, perfeitamente adequado à prática das mesmas, e localizado a cerca de 70 metros do vértice nordeste do Estádio. Naturalmente que a ponderação da eventual criação de um pequeno recinto para estas quatro modalidades de atletismo depende necessariamente da hierarquização das propriedades de investimento da autarquia, dados os actuais constrangimentos de ordem financeira. As instalações de apoio para os praticantes foram reunidas num único edifício, a bancada do Estádio, por forma a evitar-se a multiplicação de vestiários e balneários para diferentes actividades. Estes espaços – vestiários, balneários, posto de socorro / sala de tratamento médico, sala de massagens, instalações para árbitros, ginásio, zona administrativa, lavandaria – foram reunidos num piso único, implantado debaixo da bancada, tendo-se no entanto procedido à criação de balneários e vestiários suficientes para os dois grupos de actividades: duas unidades de balneários / vestiários para equipas de futebol, implantadas no zona central do Piso 0 acrescidas de quatro unidades, duas para cada sexo, destinadas às restantes actividades desportivas, atletismo e ginástica. Registe-se que o projecto licenciado em 1996 previa um total de quatro unidades de balneários / vestiários para praticantes, sendo que esse total foi aumentado para seis através da presente alteração, em virtude das exigências impostas pelas condições de candidatura ao financiamento comunitário, transmitidas pela Delegação Regional do Norte do IND. Em simultâneo com este aumento do total de unidades de vestiários / balneários para atletas, foi igualmente exigida a criação de duas instalações individuais de balneário / sanitário para deficientes, uma por sexo, situação que foi igualmente contemplada no presente Projecto, através da correspondente criação de tais instalações no Piso 0.
+ info
Portugal
Escola Básica das Marinhas
Construção Civil, Instalação Eléctrica Interior, Campo de Jogos, Arranjos e Redes Exteriores, Aquecimento Central e Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Básica do 1º e 2º Ciclo de 18 Turmas das Marinhas - Esposende, Distrito de Braga. Esta empreitada caracteriza-se pela sua dimensão, e área de implantação, sendo composta por dois bloco de aulas, um bloco administrativo, um pavilhão desportivo, um campo de jogos exterior, e um balneário de serviço ao campo de jogos exterior. Caracterizados pela cobertura Invertida e pela presença de destacados elementos em granito, estes blocos assumem especial destaque na área em que integram. Destaca-se ainda a área verde que integra o recinto escolar, associado à enorme área pavimentada que permitirá dar aos alunos espaços de lazer suficientes e apropriados, e integra-los numa área de espaços verdes.
+ info
Portugal
Parque de Armazéns da Leirinha
Execução de movimento de terras, arruamentos, infra-estruturas electricas, abastecimento, saneamento, iluminação e posto de transformação. Dificuldade de execução baixa, com utilização de materiais e equipamentos simples.
+ info
Portugal
Supermercado Plus Discount - Braga
Primeiro projecto com este cliente, sem grandes dificuldades de execução. 1200m2 de loja comercial, composta por area comercial, armazém e armazém de frio, cais de descarga, escritorios, e zona exterior de estacionamento. Estrutura de betão armado, com a cobertura a ser executada com asnas pre-fabricadas de betão e chapa Sandwich como telha. Revestimentos pétreos para quase todas as superficies e sistema de Avac e Eléctrico adequado ás funcionalidades do edificio. A unica condicionante desta obra fora o prazo relativamente curto, mas que não se relevou um problema.
+ info
Portugal
Pavilhão Multiusos e Campo da Feira de Vimioso
As envolventes estão tratadas de modo a permitir o acesso ao estacionamento público e o acesso ao recinto que será feito por duas entradas com bilheteiras e controle, sendo uma com rampa de acesso e outra por escada ampla pontuando assim o traçado da praça. A construção é implantada num terreno com uma topografia de grandes amplitudes com diferenças de cota que atingem um máximo de 7.00m no alçado posterior, pelo que terão de haver os necessários movimentos de terra para a sua implantação. À cota mais baixa, localizam-se os traçados das estradas, o estacionamento público e o acesso de serviço à edificação a norte. À cota do piso 0, a área de exposição exterior permite o acesso do público e do pessoal administrativo ao edifício. Os diferentes pisos são concebidos como espaços independentes no tratamento do seu volume e nos materiais aplicados nos alçados de modo a criar uma harmonia de conjunto. A horizontalidade do edifício, que cria o pano de fundo ao campo de feira, equilibra dois volumes verticais em betão aparente, cujo contraste se aproveita para indicar, num deles, os temas das exposições e eventos a levar a efeito. Assim numa dessas paredes em betão, será aplicada uma estrutura metálica sobressaída que servirá de suporte para painéis e telas identificadoras.
+ info
Portugal
Habitação Unifamiliar em Lamaçães
A moradia é constituída por três pisos, sendo um em cave. Na cave existem zonas distintas, separadas fisicamente entre si. Existe assim um local onde se localiza a garagem e arrumos, outro onde está instalado o Compartimento Técnico.. O rés-do-chão divide-se numa sala de refeições, sala de estar, sala de jogos, escritório, ginásio, cozinha, lavandaria e instalações sanitárias de apoio. No andar localizam-se os quartos e instalações sanitárias. As coberturas serão em terraço acessível, com terreno por cima. No exterior temos uma piscina, uma área técnica de apoio à piscina, uma área técnica de ventilação, uma cisterna de rega e sistemas de captação.
+ info
Portugal
Reabilitação e Restauro na Igreja de S. Paulo
Reabilitação e Restauro da Igreja de S. Paulo, incluindo a substituição da estrutura da cobertura em madeira lamelada, restauro de azulejos, imagens,... assim como toda a edificação existente. Foi um trabalho de elevada complexidade, devido ao pormenor exigidos sobre o mesmo, e por isso o prazo alargado que a obra teve para a sua execução.
+ info
Portugal
Escola das Ciências da Educação da Universidade do Minho
O edifício de quatro pisos está funcionalmente distribuído da seguinte forma: a cave para estacionamento automóvel; o r/c destinado aos serviços administrativos e instalações dos departamentos; o primeiro e segundo andares albergam os gabinetes dos docentes, salas de aulas e laboratórios dos Institutos da Educação e Psicologia e da Criança; na cobertura encontram-se as casas das máquinas dos ascensores, ventilação e aquecimento. Em planta o edifício inscreve-se num rectângulo de aproximadamente 90X60 m2 desenvolvendo-se em altura em torno de dois pátios centrais de forma rectangular de 15X32 m2 ao nível do rés-do-chão destinados a espaços ajardinados. Os pavimentos em mármore moleanos e as caixilharias cinza contrastam com os elementos totalmente brancos do interior e exterior do edifício.
+ info
Portugal
Pavilhão do Clube Desportivo e Recreativo dos Prazeres
O pavilhão é composto por uma estrutura administrativa constituída por um escritório para a administração do clube e uma bilheteira. Quanto à sua estrutura técnica / desportiva é constituída por um pavilhão desportivo (1400m2), por zona de bancadas (350 lugares sentados), balneários masculinos, femininos, para deficientes motores e para árbitros. Tendo ainda uma zona para arrecadação de material desportivo, uma enfermaria, instalações sanitárias para o público e uma zona de estacionamento exterior (56 lugares).
+ info
Portugal
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto
O edifício da faculdade de Psicologia e Ciências da Educação situa-se no Pólo II da Universidade do Porto, junto da Residência Universitária e da Faculdade de Medicina. Tem quatro pisos desenvolvendo-se em altura em torno de dois pátios descobertos situados ao nível do rés-do-chão. As salas de aula, laboratórios, gabinetes e biblioteca das unidades de ensino e investigação distribuem-se pelos pisos 1 e 2. A cave destina-se a estacionamento automóvel e o último piso, de área reduzida, a serviços técnicos e acesso à cobertura. No piso 0 localiza-se o núcleo de 3 auditórios de 506 lugares, um auditório de 159 lugares, o bar/sala de convívio, arrecadações, cozinha, oficinas e zona técnica com acesso directo ao exterior. Os espaços exteriores de aproximadamente 11.860 m2 dão lugar ao parque de estacionamento para 108 veículos, caminhos e zonas ajardinadas.
+ info
Portugal
Remodelação do Edifício da Clausura da Casa de Saúde do Bom Jesus
O objectivo desta empreitada consistiu na ampliação e melhoria das condições da residência desta instituição. Trata-se portanto da remodelação de um edifício de dois pisos, para o alargamento do segundo piso e construção de um terceiro. As exigências ao nível arquitectónico foram elevadas, uma vez que se teve de respeitar os revestimentos exteriores pré-existentes, assim como a execução de uma cobertura tradicional em telha lusa. Relativamente ao reforço estrutural utilizaram-se várias técnicas especializadas na ligação de novos elementos de betão armado aos elementos estruturais existente em pedra e em betão armado, assim como um controlo rigoroso no comportamento da estrutura no que respeita a fendilhações. Teve-se ainda em conta todas as interligações ao nível do aquecimento central, infra-estruturas eléctricas e de segurança com os edifícios adjacentes.
+ info
Portugal
Praça do Município de Vizela
A Praça do Município traduz-se na nova centralidade da cidade de Vizela, com a construção do empreendimento Fórum Vizela e do novo edifício sede do município. O objectivo de construção da Praça do Município foi a criação no local de uma nova centralidade, cuja concepção urbanística tem por base o desenho de uma Praça desenvolvida em duas plataformas interligadas longitudinalmente por rampas, numa proposta de ambiente marcado por dois longos espelhos de água com movimento e espaços ajardinados. Nesse sentido, a Praça traduz-se num espaço de contacto que privilegia o encontro, potenciando as dinâmicas socioculturais da jovem sede concelhia e a sua vertente económica. A Praça do Município tem uma íntima relação formal e funcional com o Edifício-Sede do Município, situando-se em frente do mesmo e integrada no seu projecto. Assim, o Edifício-Sede do Município surge como parte integrante da Praça com a qual se relaciona, quer pela fluidez do nível térreo, quer pelo tipo de funções que disponibilizará no nível inferior, intimamente ligado às funções comerciais da Praça.
+ info
Portugal
Capela de Quebrantões
A solução proposta para a Capela de Quebrantões, baseou-se num lote trapezoidal limitado a Poente pela linha férrea, a Sul pela futura Av. João XXI, a Norte pela Rua Faria de Magalhães e a Nascente por terrenos agrícolas. Dada a necessária visibilidade num edifício onde a simbologia é tão importante, o acesso principal foi realizado a partir do arruamento existente. Através de um Adro de forma alongada, tem-se acesso quer à Capela Principal, quer aos restantes espaços de apoio: Centro de Apoio, parque de estacionamento com acesso por escada. Cada um destes equipamentos tem acesso independente: a Capela Mortuária terá acesso a partir da entrada principal (e porta de emergência da Capela), encerrando por porta de correr a relação com a Capela grande; os espaços de apoio à Capela, nomeadamente Salas de Catequese, Sala Polivalente, Sacristia e Sanitários, assim como o estacionamento público terão acesso a partir de um arruamento lateral. Dadas as condições acústicas que se impõem num equipamento deste tipo, o edifício ficou parcialmente enterrado assim o sugere (a diferença de cotas entre o terreno e a rua é cerca de 5m), como a defesa do ruído da linha férrea e da futura Avenida. Para garantir a necessária visibilidade do edifício, foi evidenciada a cobertura da nave da Capela (10m no ponto mais alto) e a Cruz junto à rua. A fachada para a rua Faria de Magalhães é bastante enfática, sem prejuízo todavia da simplicidade e clareza dos acessos.
+ info
Portugal
Escola Básica de Arões
Empreitada de Construção Civil, Instalações Eléctricas e de Aquecimento, Sistema de Segurança e Equipamento de Cozinha e Bufete, incluindo Arranjos Exteriores da Escola Básica do 2º e 3º ciclos de Arões, concelho de Fafe
+ info
Portugal
Abrigos de passageiros de transportes públicos
Esta empreitada consistiu na construção de 157 abrigos de passageiros de transportes públicos. O método construtivo baseia-se essencialmente na pré-fabricação em betão armado. Os locais de construção destes abrigos estão dispersos pelo município de Vila Verde, nomeadamente nas estradas e caminhos municipais.
+ info
Portugal
Hotel Flôr de Sal
Empreendimento Hoteleiro que alberga o Hotel Flor de Sal e Health Club Solinca.
+ info
Portugal
Sede da Federação Portuguesa de Voleibol (Fases I e II)
A presente empreitada, adjudicada em 2 fases, consistiu na reabilitação integral de um edifício e na execução de uma ala enterrada em betão armado. Foram realizados trabalhos ao nível da estrutura do edifício. Os pisos foram construídos com recurso a estrutura metálica e de madeira (pinho tratado); a cobertura foi executada com estrutura de madeira, isolamento do tipo Thermochip e telha cerâmica. As fachadas foram estabilizadas, rebocadas e pintadas. Foi tida especial atenção nos trabalhos de impermeabilização e no encaminhamento das águas pluviais. No interior, todo o espaço foi adaptado para as novas funções do edifício. A caixilharia de madeira foi totalmente recuperada. Para o soalho foi utilizada madeira de afizélia. Os tectos foram executados em gesso cartonado, de modo a que pudessem ocultar todas as infra-estruturas, hidráulicas, eléctricas (incluindo de telecomunicações e segurança) e de AVAC que foram instaladas. A ala nova compreendeu a execução de um auditório e de uma zona técnica. O edifício ficou ainda dotado de um elevador.
+ info
Portugal
Complexo de Piscinas e Espaços de Lazer de Ponte da Barca
Esta empreitada foi composta pela execução do complexo de piscinas e espaços anexos. Assim a empreitada teve três vertentes, uma que é o edifício das Piscinas e Balneários, a segunda que é o edifício de bar e restaurante e um terceiro que são os arranjos exteriores. A localização da empreitada por si só assumiu um factor de embelezamento final, dado estar implantada na margem esquerda do Rio Lima no centro de Ponte da Barca. Assim, todos os espaços são desenvolvidos em função desta particularidade, tendo os edifícios a orientação correcta para que exista o total desfrute da paisagem natural que os rodeia. Assim, quer o edifício das piscinas, quer o de restaurante/bar, tem nos revestimentos exteriores uma perfeita simbiose com os materiais da zona, dada a predominância do granito da região, que se encontra presente na maioria das áreas de revestimento exterior e interior. Estes edifícios são compostos por dois andares, tendo o edifício das piscinas um terceiro piso, em cave, onde se desenvolve a área técnica. No exterior, adoptou-se uma continuidade da envolvente existente, dado a predominância de enrelvamentos e arbustos de baixo porte, garantindo-se, deste modo, que a integração desta construção de grande impacto é perfeita. Existe ainda nestes espaços uma piscina exterior e um coreto para a realização de espectáculos.
+ info
Portugal
Hospital Particular de Viana do Castelo
Esta obra consistiu na construção do Hospital Particular de Viana do Castelo, unidade privada de saúde localizada em pleno coração da capital do Alto Minho. O edifício, com parque de estacionamento automóvel no subsolo, rés-do-chão e 5 pisos elevados, possui 56 camas, 2 blocos operatórios, sala de TAC e está equipado com os equipamentos mais actuais para tratamentos nas especialidades de Análises Clínicas, Anestesiologia, Cardiologia, Cirurgia e Clínica Geral. Área Construída 7300m2 Área de Estacionamento 1800 m2 Área Útil 5500 m2
+ info
Portugal
Centro Regional de Braga
Empreitada de construção do Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa - Campus Camões: 1ª fase - Recuperação dos Edifícios A e B, Braga
+ info
Portugal
Residência Paroquial de Paranhos
+ info
Portugal
Arranjos Exteriores e Infraestruturas da Área envolvente ao Senhor do Padrão
Com projecto da mão do Arquitecto Souto Moura, procedeu-se à renovação de jardim público, nomeadamente da área envolvente ao Senhor do Padrão, em Matosinhos. Os trabalhos consistiram na execução da rede de drenagem de águas pluviais, rede eléctrica, iluminação pública e rede de rega. Os elementos em granito (paredes, lajeado, lancis, degraus e bancos) foram limpos a jacto de água, procedeu-se à pavimentação do espaço e a trabalhos de ajardinamento, nomeadamente, ao transplante de árvores e arbustos, podas, plantação de novas árvores e sementeira de relvado.
+ info
Portugal
Conjunto Habitacional da Boavista
Edifício habitacional com lojas, apartamentos e caves para garagens. Nesta construção destaca-se a dificuldade que existiu na sua escavação, pois toda a obra está sobre um enorme bloco granítico. Trata-se de habitações de média gama em localização privilegiada na cidade de Braga.
+ info
Portugal
Residencial Bom Sucesso
Na vila pitoresca do Minho, situada na afluência do Rio Cávado e Rio Homem, a 36 Km da montanha (Serra do Gerês), a 14 Km das Termas (Caldelas), a 40 Km da praia (Esposende, Ofir, Apúlia) e a 6 Km do centro da cidade (Braga). Rota de Santiago com o caminho de Celanova e caminho da Geira Romana. Dispõe esta unidade hoteleira de 21 quartos, com ar condicionado, telefone directo à rede, rádio e televisão 38 canais e SportTV, Internet "Wireless" e Aparcamento.
+ info
Portugal
Complexo de Lazer de Vila Verde
O complexo de lazer de Vila Verde nasceu com o objectivo de criar melhores condições para a prática de actividades desportivas e de lazer. Situado perto do centro da vila, este complexo integra, além das piscinas exteriores (com tanque para adultos e tanque infantil), um conjunto de equipamentos complementares (sala de cardiofitness e musculação, ginásio, dois campos de ténis e sauna) e áreas anexas. Os espaços exteriores representam uma continuidade da envolvente existente, dado a predominância de espaços com relva e arbustos de baixo porte, garantindo-se, deste modo, que a integração desta construção de grande impacto é perfeita.
+ info
Portugal
Piscinas Municipais
CONSTRUÇÃO DA PISCINA MUNICIPAL DAS PARRETAS Este equipamento desportivo inclui piscina descoberta com zonas de estar relvadas e pavimentadas, balneários, arrecadação, bar e posto médico. Dos diversos trabalhos de construção necessários para desenvolver e concluir a obra, destacam-se os trabalhos de movimentação de terras, para implantação do corpo principal da piscina e equipamento de tratamento de águas, e os aterros, destinados a criar zonas de estar em torno da piscina para os banhistas. Os trabalhos de construção em betão armado, acabamentos e instalações eléctricas e mecânicas, foram desenvolvidos em conformidade com as normas e requisitos do Dono de Obra e primam pela qualidade e mestria dos acabamentos.
+ info
Portugal
Piscinas Escolares da Vila de Prado
PISCINA ESCOLAR DE VILA DE PRADO A Piscina Municipal é uma estrutura de apoio ao desporto e lazer, espaço de excelência para a ocupação de tempos livres e para o lazer da comunidade escolar e população em geral. A obra incluiu – para além dos trabalhos correntes de betão armado e revestimentos impermeáveis da piscina, pavimentos e balneários – a instalação dos complexos equipamentos electromecânicos de tratamento de água e ventilação. A proximidade do estaleiro central da Empresa propiciou a utilização frequente de recursos humanos e materiais da SÁ MACHADO, factor que contribuiu decisivamente para a declarada qualidade final deste complexo balnear.
+ info
Angola
Condomínio Industrial de Viana
Localizado na zona de Belas em Luanda, trata-se de um condomínio industrial multifacetado com áreas administrativas, pavilhões industrial etc. Poderá desenvolver a sua actividade um grande número de empresas, com condições acima da média. Trata-se de uma obra de elevado grau de dificuldade, devido à sua localização, onde a utilização de fundações especiais será uma constante. O empreendimento será entregue totalmente concluído, incluindo as infra- estruturas urbanísticas, tais como arruamentos etars, postos de transformação etc. O prazo de execução será um desafio para a Sá Machado.
+ info
Brasil
Gran Riserva Residence
O empreendimento Gran Riserva Residence concretiza-se no edifício residencial de 1 piso de comércio, 3 pisos de garagem e 18 pisos residenciais, cada piso com dois apartamentos da tipologia T4, com quatro suítes, casa de banho de serviço, sala, cozinha e dependências de serviços. Localizado no conforto de um condomínio fechado num lugar exclusivo e sofisticado para morar com qualidade de vida. Um espaço que proporciona contacto directo com a natureza e com os confortos da vida moderna. Dispõe de várias infraestruturas de lazer e desporto como ancoradouro privado do Yatch Club, campo de golf, campo de ténis, vestiários e piscinas, espaço gourmet, salão de jogos, churrasqueira, saunas e áreas de repouso e fitness.
+ info
Portugal
Reabilitação para Museu da Sé de Braga
Trabalhos de construção no museu da Sé de Braga Os trabalhos de construção efectuados na Sé de braga incidiram sobre os interiores das construções adjacentes à catedral, na perspectiva de conferir aos espaços interiores as características necessárias para abertura ao público. Os pavimentos e correspondentes apoios foram reforçados, tendo sido construído um pavimento com estrutura metálica. Os trabalhos foram realizados sob as rigorosas exigências do Instituto do Património Arquitectónico Português, pois toda a intervenção foi realizada em edifícios classificados e de interesse arqueológico. Actualmente as instalações estão a ser utilizadas como espaço de exposição do Tesouro-Museu da Sé de Braga.
+ info
X
PESQUISA